Da Redação  – Dermival Pereira

Com margem apertada, Câmara aprova seis vetos de Amastha e derruba um sobre projeto de Freitas

Sete Vetos do prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), que trancavam a pauta de votação da Câmara de Vereadores foram apreciados na manhã desta quarta-feira, 22, pelo Plenário da Câmara de Palmas. Em uma clara demostração de que a base governista não está tão “unida” como defendem alguns parlamentares ligados ao prefeito, os seis Vetos mantidos pelos vereadores obtiveram uma margem apertada de votos favoráveis e um foi derrotado pela maioria dos votos.

Vereador Rogério Freitas (PMDB)

A insatisfação dos vereadores com o prefeito ficou ainda mais clara, na votação que derrubou um dos Vetos sobre um projeto de Lei de autoria do vereador oposicionista e ex-presidente da Casa, Rogério Freitas (PMDB), considerado um dos maiores desafetos do prefeito no Legislativo. No projeto vetado por Amastha, de autoria de Freitas, fica instituído o Projeto Comunidade Participativa, no Distrito de Taquaruçu.

Já em relação a margem de votos obtidos pelo Executivo. No primeiro projeto, que instituía o Conselho de Transparência e Controle Social de Palmas, de autoria do próprio Poder Executivo, o Veto foi mantido pelo apertado placar de 9 votos a favor e 9 contra, como pela Lei, precisa-se de maioria absoluta, o veto foi mantido.

Outros placares como 6 abstenções, 2 contra e 9 a favor. E empates como 8X8 com uma abstenção, além de 5 brancos, 4 contra e 8 a favor, também chamaram a atenção.

Os Vetos , que há dias tramitavam na Câmara de Vereadores, vinham trancando a pauta de votação de projetos importantes no Legislativo municipal desde a semana passada. Para a oposição, o motivo, era que o prefeito, mesmo tendo 13 vereadores na base, não reunia naquele momento, votos suficientes para aprovação dos Vetos.

Conforme o JM Notíciahavia adiantado, em matéria de bastidores, que alguns vereadores da base andam insatisfeitos com o apoio recebido pelo prefeito Amastha.

O presidente da Casa, vereador José do Lago Folha (PSD), em entrevista ao JM Notícia, há duas semanas, chegou a admitir que a base deve perder pelo menos um vereador nos próximos dias.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.