Da Redação JM Notícia

(Brasília – DF, 29/12/2016) Presidente Michel Temer durante Audiência com Márcio Lacerda, Presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), com a participação do prefeito de Palmas, Carlos Amastha –  Foto: Beto Barata/PR

O colunista do Radar Online, Maurício Lima da Revista Veja, usou a sua coluna nesta  terça-feira, 21, para afirmar que o prefeito de Palmas, Carlos Amastha queria usar a Frente Nacional dos Prefeitos como trampolim para alçar voos maiores e citou entre as suas pretensões o governo e o senado.

Segundo Maurício Lima, Amastha não é muito articulado no mundo da política política: 

“Por seu caminho pouco ortodoxo, não é muito articulado no mundo da política. Mesmo com uma agenda curta ele quer ser candidato ao governo do estado ou ao senado. Logo, Amastha queria usar a FNP como um trampolim para um voo mais alto”, escreveu o colunista.

No entanto, segundo o colunista, o projeto não deu certo. “Por decisão do próprio PSB, o prefeito de Campinas foi o escolhido. Jonas Donizette foi deputado federal e possui melhores relações com ex-colegas que estão hoje nas prefeituras. Fora sua proximidade com Geraldo Alckmin (PSDB), que dá mais um passo rumo ao Planalto em 2018”.

A posse de Donizette que deverá suceder o ex-prefeito de Belo Horizonte/MG, Márcio Lacerda, vai ocorrer de 24 a 28 de abril, em Brasília/DF.

ARTICULAÇÃO

VEJA TAMBÉM
Gaguim diz que foco é o Governo do Estado e não descarta subir no palanque de Amastha nas proximas eleições

No início de janeiro deste ano, o JM Notícia noticiou em primeira mão que o prefeito Carlos Amastha estaria articulando para assumir a presidência da Frente Nacional dos Prefeitos e tentava aglutinar inclusive o ex-presidente da entidade Márcio Lacerda, com isso, fortalecer a sua possível pretensão em chegar ao Palácio Araguaia, cargo hoje ocupado pelo governador Marcelo Miranda.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.