Para o presidente da Jucetins, Carlos Alberto Dias de Morais, com a adesão de Palmas, 71 municípios estão integrados à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM

A Prefeitura de Palmas aderiu ao Programa Simplifica Tocantins na tarde desta quinta-feira, 23, com a assinatura de convênio na Junta Comercial do Tocantins (Jucetins) que busca simplificar o processo de abertura, alteração e baixa de empresas na Capital, gerando facilidade, segurança e agilidade para os empresários.

Segundo a Secretaria de Finanças, a população de Palmas, em especial os empresários poderão contar com o Simplifica Tocantins em pleno funcionamento até o final do mês de março, com atendimento também no Resolve Palmas.

Na ocasião, o município foi representado pelo secretário Municipal de Finanças, Christian Zini, que esclareceu que o Simplifica Tocantins é uma ferramenta desenvolvida pelo Estado, com adesão do município, que vai agilizar todo o processo de abertura da empresa. “As etapas de abertura de empresas que demoravam até 20 dias para acontecerem vão passar a acontecer, dentro do município, em apenas dois dias. Isso vai gerar uma economia muito grande, diminuir a quantidade de processo e fazer com que a população e os empresários tenham mais acesso e agilidade”, disse.

VEJA TAMBÉM
Campanha Vau de Jaboque deve reunir mais de 400 pessoas na AD Arse 12

Para o presidente da Jucetins, Carlos Alberto Dias de Morais, com a adesão de Palmas, 71 municípios estão integrados à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM) no Tocantins. “Estamos satisfeitos com mais essa adesão porque Palmas tem uma representatividade muito grande uma vez que representa 40% do comércio do Estado. Hoje todos nós ganhamos porque esse sistema vem para acabar com a burocracia”, declarou.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Kariello Coelho, descreve o Simplifica Tocantins como um sistema novo implantado em Palmas da melhor forma possível. “Agora o empresário vai poder resolver todo o processo de abertura de empresa em um só lugar. Sabemos das dificuldades que a classe empresarial enfrenta, por isso temos que tratar bem os empresários, promover a desburocratização para aqueles que empregam e fomentam a economia da cidade”, ressaltou.

Já o delegado da Receita Federal no Tocantins, José Márcio Bittes, destaca as facilidades na abertura de negócios proposto pelo programa e que a REDESIM é um esforço conjunto entre Governo Federal, Estados e Municípios para reduzir esse prazo, para que se tenha um ambiente de negócio favorável e próximo aos dos países desenvolvidos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.