O pai de um adolescente de Porto Velho (RO) sentiu a dor de cumprir com seu dever e assumir a responsabilidade sobre seu próprio filho. Ele mesmo acabou levando o rapaz à polícia, quando descobriu o envolvimento do jovem no roubo de uma motocicleta e um celular. O fato ocorreu em outubro de 2016, mas o vídeo com o depoimento voltou a comover e levantar debates nas redes sociais.

Em entrevista à SIC TV (transmissora da Record na região), o pai do adolescentes de 16 anos assumiu que não foi fácil entregar o filho à polícia, mas ainda assim acredita que precisava fazê-lo.

“Um pai ou uma mãe nunca pensam que vão chegar a uma situação dessa. Mas eu não hesitei. Quando eu soube, a minha ação foi imediata. […] Como cidadão e como cristão, não posso agir de forma omissa em um caso desses”, afirmou. “Eu denunciei, mas confesso que dói muito”.

Na delegacia, o pai disse que sua atitude já estava surtindo efeitos positivos, porque o jovem reconheceu seus erros.

“Já está sendo positivo, porque ele confessou que estava errado, que não vai fazer mais isso. Então eu acredito no meu filho. Sou suspeito para falar, mas acredito nele”, disse.

A dor do pai se evidenciou em seu depoimento, quando ele confessou sentir que também tinha culpa pelos erros de seu próprio filho.

“A falha do meu filho é a minha falha como pai”, disse o homem de 41 anos, que trabalha como motorista. “Eu o deixei na cela, o abençoei e fui para casa”.

Antes de levar o filho à PM, o pai ligou para o marido da vítima e devolveu o que foi roubado.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.