Da Redação do JM Notícia

Por críticas ao Governo: Josi Nunes diz que postura de Kátia Abreu causa “indignação e vergonha”

Os deputados federais pelo Tocantins, Josi Nunes (PMDB) e César Halum (PRB), reagiram, na Tribuna da Câmara, as críticas da senadora e ex-ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), nas quais ela acusa o governador Marcelo Miranda, do mesmo partido, de não reagir diante dos problemas na Saúde e ainda sugere ao governador que renuncie ao cargo. Kátia já foi aliada de Miranda em duas eleições, em 2006 e 2014, e agora, mesmo tendo feito parte da chapa e permanecer no mesmo partido do governador, não chegou a participar da gestão do companheiro de chapa, por discórdias antes mesmo da posse.

Na Tribuna, e falando em nome da Bancada do Tocantins, Josi Nunes criticou a postura da Senadora.  “Tenho que demonstrar a indignação que muitos de nós parlamentares, e eu particularmente estou tendo, com a postura de alguns líderes políticos do Estado do Tocantins, que nada contribuem, apenas atrapalham, apenas buscam visibilidade com foco nas eleições do ano vem, e eu aproveito para convidar todo o povo do Tocantins e os membros dessa Casa, para acompanhar as indas e vindas da senadora Kátia Abre”. É de deixar qualquer um com o queixo caído, é de gerar espanto, indignação e vergonha, depois de passar por vários partidos, de apoiar vários candidatos a governo e logo em seguida, os abandonarem, por não conseguir vê os seus interesses individuais e familiares atendidos, reaparece soltando a sua fúria peculiar contra um governo que ela defendeu e ajudou a eleger, pela terceira vez”, alfinetou.

Kátia Abreu e Marcelo Miranda já estiveram juntos em duas eleições

Josi Nunes disse que “sua tática é a mesma, hoje assume uma posição, amanhã assume outra totalmente contrária, e pasmem, e não muda de cor, foi eleita pela primeira vez, em 2002, com o apoio de Siqueira Campos, abandonou este, para apoiar Marcelo Miranda em 2006, juntos, se elegeu senadora, depois abandonou Marcelo Miranda e se aproximou em 2009, de Gaguim, hoje deputado federal que assumiu o governo na época, não tendo seus pleitos atendidos, largou o governo Gaguim e voltou a apoiar Siqueira Campos, em 2010, mas pasme, em 2013, largou Siqueira Campos, filiou-se ao PMDB, apoiou Marcelo Miranda e foi eleita pela segunda vez, senadora, com o apoio dele, é um vai e vem que deixa qualquer um tonto, e agora vendo a crise que passa o Brasil e o Estado do Tocantins, reaparece como salvadora da pátria, dizendo defender a Saúde e pedindo a renúncia de Marcelo Miranda, ou seja, jogando mais uma vez, para a platéia, em vésperas de eleições, essa não é a postura de quem realmente deseja solucionar os problemas do nosso Estado, essa sim, é uma postura demagógica, populista e de quem está com o olho em 20218”, criticou Josi Nunes.

A deputada disse também que “sabe dos problemas que o estado passa e que ninguém nega, e que o Governo tem buscado soluções e mantido ações importantes, quero concordar com o que foi publicado sobre a senadora um jornalista do Tocantins, a senadora não tem condições de apontar caminhos e nem de dar receitas, eu concordo, com este conceito, nós da bancada estamos unidos para ajudar o governador Marcelo Miranda, para ajudar o Estado do Tocantins, a solucionar seus graves problemas, é assim que nós vamos resolver os problemas do Tocantins e não reaparecendo sempre, em vésperas de eleições, para tentar salvar o Estado, não é desta forma, então eu venho aqui, demonstrar a minha indignação e dizer ao povo do nosso Estado, nós não vamos cair no conto da sereia mais uma vez, já caímos algumas vezes, já elegemos a senadora por duas vezes, eu conclamo ao povo do Tocantins, que não aceitemos mais esse tipo de demagogia, de ação populista, vindo agora, as vésperas de eleições, vamos trabalhar juntos para solucionar os problemas do nosso Estado, e é isso que a maioria da bancada está fazendo”, finalizou.

Halum também critica

Halum também saiu em defesa de Marcelo Miranda

Logo em seguida, com a palavra, o deputado César Halum (PRB), também teceu críticas a senadora . “Apenas para cumprimentar a deputada Josi Nunes pelo seu pronunciamento, dizer que essa ofensa da senadora Kátia Abreu surgiram em função de uma matéria veiculada pelo Jornal Nacional no sábado a noite, por falta de uma UTI pediátrica, que estava lotada, mas essa criança já foi operada hoje, mas ela (Kátia), realmente é oportunista, foi eleita duas vezes as custas do governador Marcelo Miranda, porque sozinha não ganhava a eleição, ganhou a última eleição com 0,7% de diferença, cinco mil votos, porque apresentou um dia antes, uma pesquisa fraudulenta do Ibope, que lhe dava 26 pontos percentuais de frente, portanto, ela realmente, utiliza disso para aparecer na mídia, hoje ela quer ser candidata a governadora, mas nem chapa ela consegue fazer, ela estava levando a presidente Dilma para ser candidata a senadora na chapa dela la no Tocantins porque ela não encontra um tocantinense líder que queira fazer parte de sua chapa, portanto, parabéns a deputado Josi pelo seu pronunciamento, porque é preciso começar a responder esses ataques gratuitos de quem não tem serviço prestado ao Estado, o que ela sempre fez foi usar o Estado em benefícios próprios, disse Halum.

Criticas de Kátia Abreu
Em criticas recentes, feitas em uma rede social, a senadora Kátia Abreu, disse que o  governador Marcelo Miranda deveria colocar a mão na consciência e reagir diante do casos na saúde ou renunciar ao cargo de governador. Ainda em sua postagem, Kátia Abreu disse que cansou da omissão, do silêncio e do descaso do governador e emendou: “Você nos envergonha diante de todo Brasil. Cansei de sua omissão”, dispara Kátia Abreu sobre Marcelo Miranda.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.