Por Francisco Vieira

Ponto & Vírgula: “Presos ou Delatados o que vai melhorar para as eleições de 2018”, por Vierinha

Um dos assuntos que a população escuta há anos, sem nunca entender direito é a tal da Reforma Política. Apesar de estar sempre na pauta dos temas correntes, uma reforma de verdade nunca acontece. Agora em 2017 este tema volta ao centro das atenções. Com os políticos acuados pela Lava Jato, o instinto de sobrevivência fala mais alto. Hoje a reforma política que se discute, passa por alguma forma de proteção ao status quo. Uma olhada em volta e já se percebe ações sendo desenvolvidas, com vistas às eleições do ano que vem. De um lado e de outro os caciques tentam ocupar espaço, assumindo defesa de bandeiras que lhes rendam votos. Nesta briga de foice os puxa sacos e apaniguados tomam as dores dos seus chefes e usam do espaço que tem para bater boca e defender o indefensável.

As eleições gerais do ano que vem terão disputas para cargos dos mais diversos, como presidente, governador, senado, deputado federal e estadual. Todos sabemos que após o efeito da operação Lava Jato é notório que alguns se defendem tentando se passar por vítima. Como no caso de Adão e Eva onde um culpava o outro, depois culparam a serpente e no final Adão colocou a culpa em Deus. Os políticos estão sempre procurando alguém para colocar a culpa. Hoje a velha política continua achando que a população pode ser manipulada. Será que eles têm razão?

Interessante notar que a Reforma Política que está sendo discutida no momento tenta entre outras coisas, emplacar a adoção de uma lista fechada em que o eleitor vota em partidos e não em candidatos. Ou seja aqueles que tem mandato seriam beneficiados, pois entrariam nos primeiros lugares da lista. E ainda a lista seria feita pelos caciques que controlam os partidos. Outro ponto importante seria financiamento público de campanha. Esta questão está no cerne do momento político que vive o Brasil. Pois todos sabemos que foi o financiamento privado um dos responsáveis por todo esse esquema de corrupção em que o país está mergulhado. Empresários e grandes corporações estão agora com medo de financiar o caixa 2,  e acabarem na cadeia. Agora o financiamento público trás preocupações, pois seria o dinheiro dos impostos da população que iria bancar as campanhas políticos.

VEJA TAMBÉM
Ataídes Oliveira quer investigar papel dos bancos no esquema de corrupção

De qualquer forma esse complexo de vítima tem cansado a população. A desilusão é grande e a sensação é que não vai mudar nada nesta eleição de 2018. Os personagens são os mesmos de sempre e vão fazer de tudo para continuar no poder. Vamos lamentar? Hoje ocorre no país a banalização da corrupção. Os políticos encaram o povo, sem a menor vergonha e se dizendo inocentes. O raciocínio é de que todos estão envolvidos e o eleitor por falta de opção, tem que votar no menos pior.  Neste cenário sem uma luz no fim do túnel, impera a passividade do povo que continua a sofrer bastante. Agora se a sociedade não reage, nos resta olhar o caos como nos casos em que pessoas morrem por falta de medicamento nos hospitais, o preço dos combustíveis sobe, o desemprego cresce a cada dia, a economia entra em colapso.. Mas devemos elevar nossos olhos para o alto e ter esperança que Deus nos tirará deste cenário.  E tenho dito.

Entre linhas.

PP do Tocantins participa da Convenção Nacional do Partido: Ciro Nogueira é reconduzido à presidência –  A solenidade contou ainda com integrantes da executiva nacional do Partido Progressista, como o ministro da Saúde, Ricardo Barros, os senadores Ciro Nogueira, Ana Amélia, Gladson Cameli, e Benedito de Lira, http://www.jmnoticia.com.br/2017/04/07/pp-tocantins-participa-da-convencao-nacional-partido-ciro-nogueira-e-reconduzido-presidencia/

VEJA TAMBÉM
Arcebispo de Curitiba veta ato pró-Lula dentro da Catedral

Vereador Vandim parabeniza Amastha por projeto de regularização fundiária – Nessa quarta-feira, 5, Vandim relatou o fato ocorrido no Setor Bela Vista, onde todos os moradores da quadra foram notificados a desocuparem suas causas, uma confusão causada por um mal entendido. http://www.jmnoticia.com.br/2017/04/06/vereador-vandim-parabeniza-amastha-por-projeto-de-regularizacao-fundiaria/

 

Lúcio defende Bancada Federal e lamenta perda de recursos pela Prefeitura – O Parlamentar disse ainda que “a divergência política existente não pode atrapalhar o desenvolvimento da Capital. – http://www.jmnoticia.com.br/2017/04/06/lucio-defende-bancada-federal-e-lamenta-perda-de-recursos-pela-prefeitura/

Câmara de Palmas anuncia elaboração de concurso público O presidente da Câmara, vereador Folha, também apresentou requerimento para regulamentar a carga horária dos profissionais que atuam na área da comunicação do município. http://www.jmnoticia.com.br/2017/04/06/camara-de-palmas-anuncia-elaboracao-de-concurso-publico/

Vereador Léo Barbosa apresenta PL que regulamenta estacionamentos e amplia gratuidade para 30 minutos – Atualmente não há uma lei que regulamente estes estabelecimentos, em Palmas, ficando a critério das próprias empresas normatizarem e cobrarem. http://www.jmnoticia.com.br/2017/04/05/vereador-leo-barbosa-apresenta-pl-que-regulamenta-estacionamentos-e-amplia-gratuidade-para-30-minutos/

Barbiero propõe políticas permanentes para pessoas com deficiência

Barbiero propõe políticas permanentes para pessoas com deficiência – Segundo o parlamentar, é necessário que a inclusão das pessoas com deficiência seja pauta o ano todo para que governos e sociedade discutam e aprimorem as políticas públicas praticadas. http://www.jmnoticia.com.br/2017/04/05/barbiero-propoe-politicas-permanentes-para-pessoas-com-deficiencia/

Andrino comemora projeto de regularização fundiária e cobra urgência para regularizar áreas das igrejas – O vereador aproveitou o tema da regularização para cobrar do Executivo uma atenção especial com a questão da regularização das áreas das igrejas. http://www.jmnoticia.com.br/2017/04/05/andrino-comemora-projeto-de-regularizacao-fundiaria-e-cobra-urgencia-para-regularizar-areas-das-igrejas/

 

 

 

 

 

 

 

Francisco Viera – Ponto e Vírgula
COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.