Da Redação do JM Notícia – Dermival Pereira

Lúcio Campelo quer reduzir o número de vereadores de 19 para 15, em 2020.

O vereador de Palmas, Lúcio Campelo apresentou na manhã desta terça-feira, 11, um Projeto de Lei que, se aprovado, reduzirá a partir da próxima legislatura, o numero de vereadores da Capital, de 19 para 15 parlamentares. O projeto altera o parágrafo Único do art. 9, da Lei Orgânica do Município de Palmas e se aprovado, trará uma economia anual a Casa de leis no valor de R$ R$ 2.880.000. O projeto ainda não tem data para ser votado.

De acordo com o parlamentar, a meta é cortar gastos no Legislativo que segundo ele, também deve contribuir para o restabelecimento da economia no País. “Eu entendendo que aqui poderíamos dar o primeiro passo  para que as câmaras municipais do Brasil entenda que precisam reduzir os custos, o número mínimo se mantem, mas aonde tem um número acima, que a gente possa trabalhar em um processo de economia do poder público, principalmente o Legislativo. Com esse sentimento eu acho que com 15 parlamentares a Câmara estará bem representada e permanecerão aqueles que tiverem a capacidade de ficar, e a cada dia, naturalmente, a sociedade passa a interagir e a se preocupar com a vida coletiva da sua cidade, do seu estado e do seu país”, declarou.

“Eu acho que é uma parcela de contribuição da minha parte em apresentar um projeto de Lei submetendo isso ao Plenário e ao comprometimento de cada colega vereador  para que a gente consiga ter na próxima legislatura apenas 15 vereadores”, pontou, afirmando que até o momento, não discutiu o projeto com os demais colegas, “mas eu acho que a própria sociedade é que precisa fazer essa avaliação e cada colega fazer também, eu estou apresentando aquilo que eu acredito que seja melhor para a Câmara e para a cidade”.

Gastos e economia

O JM Notícia apurou que atualmente cada vereador custa R$ 60 mil mensal ao Legislativo Municipal, incluído salário e verbas de gabinetes, o que se somados o custo total da Casa com os 19 vereadores da Capital, por mês, chegar a R$ 1.140,000. Já o custo anual de cada parlamentar chegar a R$ 720 mil e juntos os 19 parlamentares, o custo total por ano é R$ 13.680.000.

Se aprovado o projeto, a Câmara terá uma economia de R$ 240.000 mensais e ao ano, o valor poupado pelo Legislativo, chegar a um montante de R$ 2.880.000.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.