Antigo templo luterano se torna Igreja da Maconha nos EUA

A seita diz que as pessoas podem usar a droga para encontrar o significado para suas vidas

1073
As imagens sagradas do templo de 113 anos foram trocadas por desenhos psicodélicos

Um templo onde funcionava uma igreja luterana foi vendido para o movimento “Elevacionista” que irá inaugurar na próxima quinta-feira (20) a Igreja Internacional da Maconha na cidade de Denver, Colorado (Estados Unidos).

A seita foi criada para unir pessoas que queiram consumir “a planta sagrada”, o propósito do grupo, segundo seus fundadores, é servir “como um lar para adultos de toda a parte que estão procurando criar a melhor versão de si mesmos”.

Um dos idealizadores da igreja da maconha é Stever Berke que acredita que seus seguidores são pessoas em “uma jornada espiritual” que procuram um significado para suas vidas. Ele diz também que o consumo da droga “acelera e aprofunda esse processo”.

“Esta é uma comunidade única para aqueles que consomem cannabis como meio para alcançar a auto-descoberta”, disse. Stever ainda diz que pessoas de todas as religiões poderão frequentar sua igreja. “Elevacionismo não é um substituto para a sua fé existente. É mais um complemento”.

O templo de 113 anos tem um papel histórico na cidade, mas para receber a nova seita foi totalmente reformado pelo artista espanhol Okuda San Miguel. Todas as imagens cristãs foram substituídas por um mural psicodélico e do lado de fora, o artista Kenny Scharf fez uma pintura no estilo arte de rua.

VEJA TAMBÉM
Igreja enviava brasileiros aos EUA para trabalharem como escravos, diz denúncia

 

Igreja da Maconha pode ter problemas com a justiça

Os organizadores se preocuparam com a filosofia, com a reforma do local, mas se esqueceram que no Colorado a lei não prevê o funcionamento de clubes canábicos.

Já existe um projeto para autorizar esses locais, inclusive já existem alguns naquele estado, mas enquanto a lei não for aprovada a Igreja da Maconha não poderá vender maconha dentro do estabelecimento.

Berke está indiferente aos problemas que pode ter na justiça e planeja uma festa de três dias para a inauguração do espaço através do evento “Elevate 2017”.

Durante o dia, o templo apresentará debates, mesas redondas e discursos de líderes políticos e sobre negócios canábicos. À noite, a igreja vai apresentar peças teatrais, espetáculos musicais e documentários.

Os valores levantados para a inauguração da seita foram arrecadados através de financiamento coletivo, o objetivo dos líderes era conseguir 100 mil dólares.