Eduardo Siqueira Campos
Crédito: Renan Accioly
Data:05/06/13

O nome do deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (PTB) foi um dos citados em uma lista entregue pela Odebrecht à Lava Jato. Os documentos contem planilhas e extratos com o nome de políticos ligados ao PMDB e ao PT, que comprovam pagamentos irregulares. A informação é do Jornal Nacional.

No documento o deputado teria sido citado com o codinome “Acelerado”. Conforme o Jornal, o maior repasse foi o de Eduardo Siqueira, que teria recebido em 2011 e 2012, US$ 24,750 milhões. 

Segundo a matéria, parte da propina é relativa aos US$ 40 milhões que teriam sido divididos na proporção de 4% para o PMDB e 1% para o PT. Existira outros US$ 25 milhões em também em  propinas, que não foram detalhados pela empresa. O material já estaria com o Ministério Público. Com informações Jornal do Tocantins

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.