Polícia prende dois pastores que operavam rádio pirata no interior de SP

Eles pagaram fianças e responderão em liberdade pelo crime de atividade clandestina de telecomunicação

Da Redação JM Notícia

A Polícia Civil de Pindamonhangaba (SP) prendeu na tarde da última terça-feira (25) dois pastores que operavam uma rádio pirata. A “Sintonia FM” foi denunciada após provocar interferência em telecomunicação.

Para chegar até os pastores, a polícia trabalhou por dois meses para conseguir identificar a transmissão até chegar ao estúdio da rádio que operava na frequência 105.5 FM.

O nome dos pastores e a denominação que eles representam não foram revelados, apenas as idades: um tinha 43 anos, outro de 47 anos.

A programação da rádio ilegal alternava entre programas com pregação e a transmissão de músicas gospel. Enquanto os pastores transmitiam o programa do horário do almoço, a polícia chegou no local e fez o flagrante.

Os homens trabalhavam em pontos diferentes, um ficava localizado em um prédio onde era o ponto de transmissão, outros operava o estúdio em uma casa. Todos os equipamentos foram apreendidos pela polícia.

Após serem levados à delegacia para prestar esclarecimentos, os homens pagaram fiança de R$ 937 – um salário mínimo – cada e agora irão responder em liberdade pelo crime de atividade clandestina de telecomunicação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.