Jovem russo pode ser preso por jogar Pokémon Go na igreja

O acusado gravou um vídeo dentro de uma igreja histórica zombando do Cristianismo enquanto caçava pokémon

Da Redação JM Notícia

A Rússia leva muito a sério o respeito pela igreja, tanto é que nesta sexta-feira (28) um promotor pediu a prisão de um jovem de 22 anos que jogou Pokémon Go dentro de uma igreja.

Ruslan Sokolovsky é acusado é de incitar ódio religioso, em agosto de 2016 ele se filmou jogando o game dentro da igreja de Yekaterinburg.

A igreja tem grande valor histórico para os russos, pois foi naquele lugar onde o templo foi erguido que o último czar russo e sua família foram mortos em 1918.

A decisão da prisão não está ligada apenas ao jogo, mas sim ao teor do vídeo onde o jovem aparece zombando do Cristianismo e comparando Jesus com um personagem do jogo.

Sokolovsky sabia do risco que corria, pois no vídeo ele citava uma reportagem local que ameaçava de multa e prisão quem fosse caçar pokémon dentro das igrejas russas.

Assim que o vídeo começou a circular na internet os promotores públicos já pediram a prisão do jovem que ficou encarcerado por três meses.

VEJA TAMBÉM
Suprema Corte da Rússia bane Testemunhas de Jeová do país

Agora o jovem espera a sentença final que sairá em 11 de maio. Até lá ele segue em prisão domiciliar.

O promotor pede a prisão de três anos e meio e à corte ele falou que “não via razão para isentar o réu da responsabilidade”.

Em sua defesa, o jovem diz que está chocado com a decisão do promotor e que não pode ser considerado um extremista. “Talvez um idiota, mas de nenhuma maneira um extremista”, disse.

COMPARTILHAR

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.