Da Redação JM Notícia

Imagem ilustrativa

Três leões impediram que um grupo de cristãos fossem executados por extremistas muçulmanos, segundo relatos vindos da organização “Bible for Midwest” [Bíblias para o Oriente Médio]. Um pastor da Assembly of Loving God (ALG) afirmou que durante a campanha de jejum que aconteceu entre os dias 13 de março e 2 abril uma grande onda de salvação aconteceu.

Segundo ele, mais de 3 mil ex-muçulmanos foram batizados nas igrejas que a Bible for Midwest acompanha em países da Ásia, África e Oriente Médio ao longo desta campanha. Porém, há cerca de três semanas atrás, após uma cerimônia de batismo, militantes muçulmanos começaram a apedrejar o grupo de cristãos.

“Minha cabeça ficou gravemente ferida e ensanguentada, vários irmãos também sofreram ferimentos”, relatou o pastor Paul. “Fui levado para o hospital mais próximo e um exame mostrou sérios danos ao meu crânio, então me transferiram para um hospital especializado onde eu teria que operar com urgência”, continuo o religioso que teve seu sobrenome e país preservados.

VEJA TAMBÉM
Shockwave: Jovens de Palmas aderem a movimento mundial de oração por cristãos perseguidos

Assim que a notícia da operação chegou até os extremistas, eles planejaram um atentado para matar o pastor. Imediatamente, ele foi transferido para a casa do pastor Ayyoob que fica em uma floresta nas proximidades do hospital.

Cerca de oito pessoas ficaram naquela casa ajudando a cuidar do pastor ferido até que no Domingo de Páscoa, em meio a um culto na residência, o grupo de muçulmanos cercaram a casa armados de barras de ferro e outras armas.

“Não tínhamos ideia do que fazer”, relembra o pastor que estava ferido. “Eu não tinha me recuperado da cirurgia. A mãe do pastor Ayyoob é uma mulher idosa e também estava doente”, completa.

O cenário estava montado para que um atentado contra os cristãos se concretizasse. As crianças presentes abraçaram os adultos e choraram em meio a louvores e clamores até que algo inesperado aconteceu.

“Inesperadamente um leão correu da floresta e saltou em direção aos militantes, agarrando um deles pelo pescoço. Quando outros combatentes tentaram atacar o leão, outros dois leões apareceram e foram na direção deles”, completou o pastor.

VEJA TAMBÉM
Missionários veem perseguição de perto

Aterrorizados, os militantes que conseguiram escapar dos leões fugiram da floresta e assim os cristãos foram preservados da morte. “O mais surpreendente é que os registros mostram que não há leões vivendo naquela floresta”, termina o pastor. Com informações Bible for Midwest.

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • Corvo José

    Cristãos e seu amor pela mentira.

    • CORVO MESMO!!! DESCRENTE, INCRÉDULO E INIMIGO DE DEUS!!! SERIA TAMBÉM UM ISLAMITA, INIMIGO DE ISRAEL?!? PARA DEFENDER O POVO DE DEUS DA SANHA DOS CORVOS, JESUS É A ÁGUIA, QUE DESTRÓI TODAS AS AVES CARNICEIRAS E COMEDORAS DE PODRIDÃO!!!

      • Corvo José

        O que tem a ver Jesus com o cristianismo?