Da Redação JM Notícia

Os peregrinos que celebravam o Domingo da Divina Misericórdia na cidade de Maracaibo, Venezuela, foram surpreendidos com a formação de nuvens que parecia com Jesus.

As fotos foram registradas no dia 23 de abril e nos últimos dias foram compartilhadas nas redes sociais e no WhatsApp como um sinal da Volta de Cristo.

“Embora não possa distinguir uma imagem clara, alguns usuários nas redes sociais comentam a semelhança da formação das nuvens com o Todo-Poderoso, ao qual homenageavam hoje e pelo qual milhares de pessoas caminharam como demonstração de sua fé”, noticiou o site ‘La Verdade’.

O desenho que vemos na nuvem formada assemelha-se com imagens de Jesus, pois uma das mãos está erguida como se abençoasse as pessoas.

A explicação científica dessa imagem formada pelas nuvens seria um comulonimbus, um fenômeno caracterizado por um grande desenvolvimento de nuvem na vertical. Um dos motivos para que este fenômeno ocorra seria a combinação de umidade do ar e ar quente.

Fieles que participaron en la caminata de este domingo en la ciudad de Maracaibo junto al Jesús de la Misericordia observaron con curiosidad como en el cielo se formó una nube que por momentos capturó la atención de muchos. Aunque no puede distinguirse una clara imagen, algunos usuarios en las redes sociales comentan la semejanza de la formación de nubes con el Todopoderoso al que hoy rendían homenaje y por el que miles de personas caminaron en muestra de su fe. Se estima que unas 200 mil personas se unieron al recorrido desde la Iglesia La Consolación hasta el sector Grano de Oro de la capital zuliana donde se realizó una misa. Foto: @thaliaams #DiarioLaVerdad #LaVerdad #Investigación #Información #Periodismo #Noticias #Journalism #News #Newspaper #Oportuno #Veraz #Maracaibo #Zulia #Venezuela #JesusdelaMisericordia #caminata #fe #Maracaibo #23A

A post shared by Diario La Verdad (@diariolaverdad) on

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.