Deputado do Tocantins diz que Temer deveria “devolver o Governo ao povo” Foto: Clayton Cristus

O deputado José Bonifácio (PR) usou a tribuna da Assembleia Legislativa durante a sessão ordinária na tarde desta terça-feira, dia 2, para criticar duramente o presidente da República, Michel Temer (PMDB). “Mesmo com uma popularidade baixíssima, o presidente insiste em implantar medidas impopulares como a Reforma da Previdência Social. Temer deveria pedir para sair do Governo, pois está perdido e contra toda a nação”, arrematou.

O parlamentar disse que o brasileiro já é explorado com altas taxas de juros, chegando o Imposto de Renda e a Previdência a uma soma de 39%. Comentou ainda o imposto sobre a energia, que segundo ele alcança 33%, o cartão de crédito chega a 500%, e o cheque especial, 490%, de forma que “estão a sugar o sangue do brasileiro com cobranças exorbitantes”. Ele afirmou que Temer está entregue às “feras”, referindo-se aos políticos de muitos mandatos que, conforme suas palavras, “estão espoliando a nação há mais de 50 anos”.

Bonifácio também criticou a postura de congressistas que, segundo ele, se vendem por cargos e emendas parlamentares a fim de votar favoravelmente as reformas. “Por emendas os parlamentares nem precisariam se vender, pois elas são impositivas, as quais o Executivo é obrigado a pagar”, ironizou.

O deputado avaliou que o momento político não se resume mais a direita, esquerda ou centro. “O povo brasileiro não tem mais partido nem ideologia: tem necessidades. Só se tem ideologia quando a barriga está cheia. Se a situação é difícil para os que têm emprego, imagina para os mais de 14 milhões de desempregados? É hora de esse Governo entregar o Brasil aos brasileiros, pois o que está aí é um inferno para o País e seu povo”, finalizou.

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • Moisés V. de Lima

    Senhor deputado bonifácio, o Temer não usurpou o poder não. O povo foi quem colocou o Temer no poder, quando o elegeram juntamente com Dilma. Eu disse fora Temer quando não votei na Dilma, e vossa excelência?