Da Redação JM Notícia

Emma Watson foi a ganhadora do prêmio sem gênero

O pastor americano Franklin Graham se pronunciou sobre a premiação da MTV que resolveu unir as categorias “Melhor Atriz” e “Melhor Ator” como forma de apoio à ideologia de gênero.

Durante o MTV Movie Awards 2017, realizado no último domingo (7), a atriz Emma Watson foi a grande vencedora da categoria “Melhor Ator/Atriz – Filme”.

Ao falar sobre o assunto, o filho do evangelista Billy Graham se pronunciou contra essa tentativa da mídia de querer unir homens e mulheres como se não existissem gêneros diferentes.

“Fiquei sabendo desse prêmio da MTV sem gênero… Por que algumas pessoas querem esquecer que gêneros existem? Isso é ruim por acaso?”, questionou o religioso.

“Não importa o quanto a MTV ou quem quer que seja tente mudar ou redefinir as regras, nunca vão mudar o fato de Deus ter criado homem e mulher”, afirmou”, continuou Franklin Graham.

Fazendo uma crítica diretamente ao movimento LGBT, o pastor afirmou: “Emma Watson está desafiando as regras divinas. Estes ativistas LGBTs estão tentando quebrar a América e enfiar goela abaixo essa mentira de que ser homossexual é algo aceitável”.

VEJA TAMBÉM
OAB- TO decide entrar com ação para derrubar Lei que veda ideologia de gênero nas escolas do TO

Outra fala dele que gerado muitos debates foi a seguinte:  “Aprecio o trabalho de Putin protegendo as crianças da Rússia dessa propaganda homossexual. As crianças devem ao menos ter a oportunidade de crescer pra poderem decidir por si”.

 

Emma Watson elogia atitude da MTV

A atriz Emma Watson aprovou a união das categorias “Melhor Atriz” e “Melhor Ator”. Para ela, o “gesto da MTV de criar um prêmio de atuação sem gênero vai significar uma coisa diferente para cada pessoa”, para ela porém é sobre não ver diferença nas habilidades de homem e mulher. “Para mim, ele indica que a atuação é sobre a habilidade de se colocar no lugar de alguém, e isso não precisa ser dividido em duas categorias diferentes”, afirmou ela que ganhou o prêmio pela atuação no filme “A Bela e a Fera”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.