Da Redação JM Notícia

O julgamento foi transmitido ao vivo no Youtube

Saiu nesta quinta-feira (11) a condenação de Ruslan Sokolovski, o jovem que foi preso por caçar pokémons dentro de uma das igrejas mais importantes do país e fazer um vídeo ofendendo a fé cristã.

A juíza Yekaterina Shoponiak declarou o jovem culpado por vários delitos, entre eles o de instigar o ódio entre os fiéis. Por conta desses crimes, ele foi condenado a 3,5 anos de prisão.

O julgamento Sokolovski aconteceu no tribunal da cidade de Yekaterinburgo e foi transmitido ao vivo pelo Youtube. O jovem de 22 anos não admitiu sua culpa e negou que seja um extremista.

Ele ainda falou que o que ele cometeu não um delito “violento” ao jogar Pokémon Go dentro da igreja de Yekaterinburg, templo sagrado aos russos por ser o último czar russo e sua família foram mortos em 1918.

As acusações de incitar ódio religioso não são apenas pelo jogo em si, prática que já estava proibida no país para locais sagrados, mas sim pelo vídeo que o blogueiro divulgou em suas redes sociais zombando do Cristianismo e comparando Jesus com um personagem do jogo.

VEJA TAMBÉM
Justiça Federal recebe denúncia contra ex-governador do Tocantins

Por conta disso, a promotoria acusou o blogueiro de violar o direito à liberdade de credo, mas também de outros dois delitos: instigar o ódio e de porte ilegal de equipamentos tecnológicos destinados à captação secreta de informação (uma caneta espiã com câmera).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.