Palmas sedia Conferência Macrorregional de Saúde da Mulher e Vigilância em Saúde

A Capital do Tocantins sedia a I Conferência Estadual Macrorregional de Saúde da Mulher e Vigilância em Saúde para discutir políticas públicas na área da saúde. O evento acontece entre os dias 17 e 19 de maio, no Auditório do Palácio Araguaia, localizado na Praça dos Girassóis, no centro da cidade.

A conferência contará com a participação de conselheiros municipais, secretários municipais de saúde, técnicos, trabalhadores e gestores de serviços de saúde e a sociedade civil.

Para a abertura oficial das duas Conferências, serão realizadas, a partir das 19 horas, palestras com os temas “Vigilância em Saúde: direito, conquistas e defesa de um SUS público e de qualidade” e “Saúde das mulheres: desafios para a integralidade com equidade”, respectivamente os temas da 1ª CEVS – Conferência Estadual de Vigilância em Saúde e 1ª Cesmu – Conferência Estadual de Saúde das Mulheres.

Nos dias seguintes do evento, vários debates sobre temas relacionados ao acolhimento, à gestão da saúde, prevenção e propostas de melhoria da saúde serão abordados.  As discussões irão ocorrer no Ceulp/Ulbra nos dias 18 e 19, no período das 8 às 17 horas, com intervalo para o almoço às 13 horas.

No período da manhã serão atividades em grupos para fomentar a análise das prioridades e propostas para o fortalecimento de ações de vigilância em saúde (dia 18) da saúde das mulheres (dia 19). Em seguida, no período da tarde, acontecerá a plenária final para aprovação das propostas e a eleição dos delegados.

De acordo com a gerente do Centro Aprendizagem, Investigação e Extensão em Vigilância em Saúde, Marta Malheiros, a conferência tem como desafio abordar a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres, abordando quatros eixos de discussão: o papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde das mulheres; o mundo do trabalho e suas consequências na vida e na saúde das mulheres; a vulnerabilidade nos ciclos da vida das mulheres na Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher, bem como a as políticas públicas e participação social.

Inscrição

 Os interessados em participar poderão se inscrever por este endereço eletrônico .

Estadual

Os eventos foram divididos por regiões do Estado, municípios da Macrorregião Norte participaram em Araguaína, da Macrorregião Sul em Gurupi nos dias 10 a 12 de maio, e Macrorregião Central em Palmas, entre os dias 17 e 19 de maio.

As etapas por regiões, realizadas antes da conferência, são para analisar prioridades do documento orientador, bem como elaborar propostas. Na conferência estadual, o documento com as propostas e o relatório final serão encaminhados para a comissão organizadora nacional. A Conferência Estadual da Mulher acontecerá nos dias 13 e 14 de junho e da Vigilância em Saúde entre os dias 29 a 31 de agosto deste ano, quando serão eleitos, de forma paritária, as delegadas e os delegados para a Conferência Nacional, conforme a Resolução do Conselho Nacional de Saúde nº 453/2012. (Com informações da Sesau)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.