Da Redação JM Notícia

Imagem meramente ilustrativa

A 18ª Câmara Cível do Rio de Janeiro aceitou o pedido de indenização movido por uma fiel de uma igreja evangélica que teve seu nome envolvido em fofoca.

Segundo informações do Jornal O Globo, a mulher frequentava uma igreja evangélica no Realengo, zona Oeste do Rio, quando dois fiéis dessa denominação disseram ter “recebido uma revelação divina” dizendo que ela traía o marido.

A fofoca se espalhou pela igreja trazendo danos para a mulher. Por isso, a Justiça entendeu que as duas pessoas que espalharam a “revelação” terão que pagar R$ 5 mil cada uma como danos morais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.