Da Redação JM Notícia

Nas últimas semanas os relatos de adolescentes se suicidando ao participarem do jogo “Baleia Azul” causou grande comoção em todo o mundo.

O jogo impõe 50 desafios ao jogador, entre elas a automutilação e, por fim, o suicídio. O criador do jogo foi identificado e preso pelas autoridades russas, Philipp Budeikin, 21 anos, deu afirmações surpreendentes quando questionado sobre as suas motivações em criar tais desafios.

“Existem pessoas e existem resíduos biológicos – aqueles que não representam nenhum valor para a sociedade. Que causam ou só vão causar danos à sociedade. Eu estava limpando nossa sociedade dessas pessoas”, declarou.

Acusado pela morte de 16 jovens, o russo teve a coragem de dizer que as vítimas “estavam felizes em morrer”. Para ele o jogo era uma ajuda para que as vítimas tomassem coragem. “Elas estavam felizes. Eu estava dando a elas o que elas não tinham na vida real: calor, compreensão, conexões”, declarou.

Não há informações de que ele seja realmente o criador do jogo, mas sua prisão na Rússia tem feito com que grandes jornais internacionais como Daily Mail e Metro o identifique assim. As notícias de que ele foi espancado na prisão são falsas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.