Da Redação JM Notícia

Glennon Doyle Melton é uma blogueira conhecida nos Estados Unidos por levantar a bandeira da maternidade e do cristianismo. Agora ela está envolvida em uma grande polêmica por ter se casado com a jogadora de futebol Abby Wambach, depois de se separar de seu marido.

O relacionamento foi anunciado no final do ano passado, três meses depois que Glennon e Craig se divorciaram. Segundo o jornal The Washington Post, a blogueira sempre falou sobre seu casamento, inclusive postou sobre as dificuldades que o casal enfrentava.

“Somos uma família moderna e bonita”, disse ela assim que assumiu o relacionamento. Ela e o ex-marido foram juntos conversar com os três filhos do casal sobre o relacionamento gay que Glennon estava assumindo.

“Quando Craig e eu nos sentamos para lhes contar sobre Abby eu comecei dizendo: ‘Em nossa família, vivemos e dizemos a verdade sobre quem somos, não importa o quê, e então nos amarmos uns aos outros por meio dele – e estou prestes a mostrar como isso é feito ‘”, declarou.

VEJA TAMBÉM
Facebook exclui postagem de igreja sobre o conceito de família "original" e "pirata"
Glennon, seu ex-esposo Craig e seus três filhos

Aos 41 anos, a blogueira se casou com Abby e tem escrito mensagens em suas redes sociais para que seus seguidores não desistam do amor. Glennon afirma que sentiu medo ao se apaixonar por uma mulher. “Quando eu me apaixonei por Abby, fiquei com medo. Eu pensei que meu medo poderia ser maior do que a minha coragem”, confessou.

Mas ao conversar com uma amiga, também cristã, ela foi encorajada a não desistir da felicidade. “Eu conversei com a minha querida amiga Martha Beck e ela me disse: ‘Querida, é verdade que Deus nos ensina através da dor, mas é também verdade que Deus tenta nos ensinar através da alegria primeiro. Você pode continuar escolhendo a dor e o desgosto, ou pode escolher a alegria'”.

No final do texto, a blogueira afirmou que escolheu a alegria e que hoje sua coragem de assumir o casamento gay é maior que o medo.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.