Da Redação JM Notícia

Nesta quarta-feira (17) os organizadores da Parada Gay de São Paulo divulgaram o tema do evento que acontecerá no dia 18 de junho na Avenida Paulista.

O tema escolhido é “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei. Todos e todas por um estado laico”, a manifestação, que passou a ter ares políticos, falará em defesa do Estado laico e as críticas à religião serão constantes durante a festa.

“A religião é uma questão de foro íntimo. Cada religião é um caminho e ele não pode ser imposto a toda uma sociedade. Cada caminho, cada religião, centro e templo têm suas pessoas com suas afinidades e não pode impor regras e comportamentos a todos”, disse a presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, Claudia Regina.

Ainda segundo ela, “tudo o que diz respeito ao público e a toda a sociedade deve ter uma postura de laicidade e não deve contemplar religiões”.

A drag queen Tchaka Rainha, que participou da coletiva de imprensa para o anúncio do tema do evento, também defendeu a laicidade do estado. “É urgente o tema. Ele precisa ser debatido, conversado e resolvido ao longo do tempo. O crescimento da Parada tem sido sistemático. E ela é uma ferramenta de debate na sociedade.”

VEJA TAMBÉM
Eli Borges condena projeto LGBT promovido nas escolas do Tocantins

Vale lembrar que inúmeras manifestações contra a religião cristã foram registradas nas edições anteriores da Parada Gay em São Paulo. Houve representação de Jesus crucificado, pessoas vestidas de santos católicos em posições homoeróticas e outras manifestações que foram consideradas escárnios contra o cristianismo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.