Por Francisco Vieira – Vieirinha


A vida é bem assim mesmo. Cada um de nós pode ser aquela pessoa que irá furar a fila, que não irá votar, que vai mentir na declaração de imposto, ou que vai dar as costas para um vizinho em necessidade. Como a população vai se comportar com as ultimas noticia? Importante dizer que neste grave momento da vida do Brasil, é preciso proceder atento aos ritos constitucionais. Nossa comunidade construiu um movimento nacional por um governo limpo e tem ganhado batalha após batalha. Transformar esta terrível notícia em oportunidade e redescobrir o brasil. Será que isso não irá resolver o problema de nossa elite política corrupta, os recentes episódios vividos que tem dimensões que se entrelaçam intensamente nos fazem refletir sobre as muitas “doenças” da nossa sociedade política.

Essa semana o país iniciou com indicadores positivos na área econômica, que apontavam a saída da recessão. E então o Brasil foi submetido a um escândalo de proporções apocalípticas, que jogou a nação no caos político e afundou a economia. O mais injusto é ver que os empresários que fizeram a delação desta semana, estão em Nova York em suas mansões na quinta avenida, e ainda não serão presos e o valor da multa que tem que pagar, eles ganharam usando de informação privilegiada. Ou seja na quinta o dólar foi de 3,10 para 3,40. Hoje foi informado pela imprensa que os delatores ganharam centenas de milhões comprando dólar nas ultimas duas semanas. Um escárnio contra o povo Brasileiro.

O que se vê é que existem muitas dúvidas e poucas certezas sobre os rumos da política e da economia. A recuperação econômica será ainda mais lenta. A queda na confiança do mercado, reduzirá investimentos no país e já provoca uma fuga de capitais. Mais uma vez quem paga o pato é o povo, que sofrerá com a economia fraca, sem empregos, sem investimentos em saúde, educação, sem estradas e por ai vai. Uma pergunta que deveriam fazer é ate que ponto essas delações da forma que são feitas ajudam o país. Quantas pessoas estão presas como fruto destas delações? Em compensação o país está com sua economia arrasada e uma imagem lá fora de uma “república de Marolas”.

O que se percebe é que o cidadão comum fica mais uma vez indignado e até calejado por estas denúncias. Parece que perdemos até a vontade de reagir, tamanho a variedade de fatos criminosos praticados por políticos. Precisamos de forças para enfrentar a realidade sem ceder ao cinismo. E tenho Dito.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.