Da Redação JM Notícia

 

Na noite desta segunda-feira (22) um atentado a bomba em Manchester, na Inglaterra, deixou mortos e feridos em sua maioria adolescentes que participaram do show da cantora Ariana Grande.

O Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque que matou 22 pessoas e deixou outras 59 feridas. Através do comunicado oficial, o grupo terrorista disse que “um dos soldados do califado colocou uma bomba no meio da multidão”.

O atentado suicida tinha um objetivo: provocar uma carnificina máxima, segundo as palavras da primeira-ministra britânica Theresa May.

“Sabemos que apenas um terrorista explodiu um artefato de fabricação caseira perto de uma das saídas do local, escolhendo deliberadamente o momento e o local para provocar uma carnificina máxima”, declarou ela.

Uma das adolescentes que ficaram feridas durante o ataque

Agora as autoridades inglesas investigam o autor do crime e tentam descobri se ele agiu sozinho.

A rainha Elizabeth 2º já se manifestou sobre o caso que chocou o mundo chamando-o de um “ato bárbaro”. A nação inteira está chocada (…) expresso minha mais profunda simpatia a todos os afetados por esse terrível evento, em particular as famílias e próximos daqueles que foram mortos ou feridos neste ato bárbaro”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.