Da Redação JM Notícia

 

Há algumas notícias no mínimo curiosas que estão sendo compartilhada nas mídias sociais de todo o mundo mostrando pastores africanos em situações incomuns.

Uma das mais comentadas essa semana é de um pastor do Zimbábue que afirmou ter o número do telefone de Deus. Identificado como Paul Sanyangore, o religioso pertenceria a uma igreja tradicional daquele país e prometeu dar o número de Deus durante um de seus programas da TV.

Um dos momentos do culto que foi compartilhado pelas redes sociais mostra o pastor em uma parte do culto onde ele diz estar falando com o próprio Deus pelo telefone.

Através do celular, ele consegue trazer revelações sobre os membros da igreja e entregar mensagens de Deus de cura e transformação.

Pastor beija fiel durante culto

Outro caso que tem sido compartilhado nas redes sociais é de um pastor nigeriano que estava pregando em uma igreja da África do Sul quando, no meio da oração por uma fiel, ele simplesmente a beijou na boca.

VEJA TAMBÉM
A "imbecilização" da Igreja brasileira

Antes do ato, o religioso falou: “Pelo poder do Espírito Santo, Deus está trabalhando aqui”. Ele segura o queixo da mulher, sopra em seu rosto e em seguida lhe dá um beijo prolongado. E depois perguntou: “Como você se sente”?

O vídeo foi compartilhado por Musa Mathebula que assistia o programa pela TV e ficou chocada com o que viu. “Que diabos está acontecendo com este mundo?” questionou.

So this Nigerian "pastor" based in South Africa is kissing a woman live on Tswane TV🙊What the hell is going on in this world.

Publicado por Musa Mathebula em Terça, 23 de maio de 2017

Erramos:

Outro caso que rodou o mundo foi sobre o pastor que teria tentado andar sobre as águas e foi comido por três jacarés. Nós do JM Notícia, assim como outros veículos de comunicação do Brasil e do mundo, noticiamos a informação que foi dada como falsa dias depois por outros portais que tentaram identificar o pastor e a localidade onde o caso ocorreu e não encontraram nenhum registro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.