A Prefeitura de Araguaína abriu processo de nova licitação para contratar empresa para finalizar a obra de reconstrução do Terminal Rodoviário da cidade. O edital será divulgado nos próximos dias, após finalização do contrato com a construtora responsável pela execução da obra sem finalização dos serviços, mesmo com os pagamentos em dia feitos pelo Município. Outra empresa será contratada para término da última etapa. A previsão é de que, em cerca de 45 dias, a nova empresa já retome os serviços.

A empresa JMD Engenharia Eireli refez a primeira parte do terminal, já entregue, com 15 guichês, administração, banheiros com acessibilidade, fraldário, sala vip, duas lojas, três lanchonetes com praça de alimentação e guarda-volumes.

A reconstrução do terminal, depois de 38 anos de sua fundação, conta com a troca do calçamento, troca de todas as instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, jardinagem, área administrativa, praça de circulação e posto policial.

A área de acesso dos ônibus será cercada e haverá uma guarita para garantir que somente veículos autorizados tenham acesso à área de embarque e desembarque, uma estratégia para garantir a segurança dos usuários.

VEJA TAMBÉM
Deputados lançam Dimas ao governo do Estado em Araguaína durante inauguração de cheche

Nova licitação
A nova licitação será por meio da modalidade Tomada de Preço, conforme explicitado pela Lei 8.666/1993 (art. 22, § 2º). De acordo com a lei, essa é a modalidade de licitação entre interessados devidamente cadastrados ou que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior à data do recebimento das propostas, observada a necessária qualificação.

Ou seja, Tomada de Preços (TP) é modalidade para quem já esteja cadastrado. Isso é muito importante e agiliza o processo licitatório. Também podem participar de uma TP quem atenda a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia antes de as propostas serem recebidas.

Essa modalidade serve para contratos de até R$ 1,5 milhão (obras e serviços de engenharia) e até R$ 650 mil (demais casos).

A obra de reconstrução da Rodoviária de Araguaína tem um investimento atual de R$ 1.570.218,79, sendo R$ 644.261,23 já realizados e R$ 925.957,56 que serão utilizados na continuidade dos serviços. Os recursos são próprios do Município, parte deles proveniente da não-realização da festa pública do Carnaval de 2016.

VEJA TAMBÉM
Dimas realiza empréstimo de 54 milhões de dólares para resolver problemas de alagamentos

Reconstrução do terminal, depois de 38 anos de sua fundação, conta com a troca do calçamento e de todas as instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, jardinagem, praça de circulação e posto policial

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.