Da Redação JM Notícia

 

Mais de 100 pessoas morreram nos bombardeios que começaram nesta quinta-feira (25) em Mayadin, cidade do Leste da Síria.

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), as vítimas são familaires de combatentes do Estado Islâmico, grupo terrorista que tomou a região e que agora está sendo combatido através da força de coalizão liderada pelos Estados Unidos.

O primeiro bombardeio aconteceu na noite da quinta e logo pela manhã desta sexta novos ataques foram feitos, atingindo os civis que moram na região.

“É o balanço mais importante de um bombardeio contra famílias de jihadistas em Síria”, afirmou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH que teve como fonte alguns médicos e civis da região.

A cidade se tornou o ponto de moradia de diversas famílias que buscam refúgio depois de deixas suas casas em Raqqa, ou até mesmo no Iraque.

Controlada pelo EI desde 2014, Mayadin está sendo atacada na tentativa de controlar o avanço do grupo terrorista que tem destruído a Síria e o Iraque nos últimos anos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.