Da Redação JM Notícia

 

A Igreja Protestante de Hesse-Nassau, em Wittenberg, na Alemanha, lançou um “pastor robô” que dá a benção em cinco línguas diferentes.

Famosa por ser um dos cenários da Reforma Protestante, que completa 500 anos em outubro, a cidade inova com este experimento que usa a inteligência artificial para a fé.

O criador do BlessU-2 – nome dado ao robô – é Stephan Krebs que afirmou ao jornal The Guardian que há um propósito para esta invenção. “Nós queríamos que as pessoas considerassem a possibilidade de serem abençoadas por uma máquina, ou se o ser humano é necessário”.

O robô traz em seu peito uma tela sensível ao toque onde o fiel poderá escolher o idioma que pretende ouvir a oração que pode ser: alemão, inglês, francês, espanhol e polonês.

O aparelho ainda permite que o fiel escolha a opção de voz feminina ou masculina e na hora da oração o BlessU-2 levanta os braços, suas mãos brilham e ele recita versos bíblicos seguidos pela frase: “Deus lhe abençoe e proteja”.

VEJA TAMBÉM
Encontro sobre confinamento atrai pecuaristas que adotam tecnologias para obter lucro

“As pessoas estão demonstrando curiosidade, espanto e interesse. Elas estão realmente participando, e são muito positivas. Mas dentro da Igreja, algumas pessoas pensam que nós queremos substituir os pastores pelas máquinas”, declarou Krebs.

Segundo ele a ideia do robô é provocar o debate e não substituir o pastor. “Nós não queremos robotizar o trabalho da nossa Igreja, mas ver se podemos levar uma perspectiva teológica para uma máquina”.

 

Veja como funciona o “pastor robô”:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.