“A cidade terá um retorno muito grande com o projeto, visto que melhora a mobilidade urbana, valoriza imóveis e traz novos empreendimentos em decorrência destes investimentos”, disse Dimas

O prefeito Ronaldo Dimas apresentou na manhã de hoje, 31, no plenário da Câmara de Vereadores, projeto de lei sobre operação de crédito externo para obras de Saneamento Integrado em Araguaína. Dimas também citou que os bairros que fazem parte das obras de macrodrenagem serão beneficiados com pavimentação, como Universitário Leste, Alaska, Martim Jorge, Itatiaia, Ana Maria, Vitória e outros.

O crédito será através da Corporação Andina de Fomento (CAF) e após aprovação o projeto realizará importantes intervenções na cidade, como as bacias de detenção (piscinão), sanando problemas de alagamentos que já trouxeram vários transtornos para a população araguainense.

 O projeto entra em votação essa semana na Câmara e, se aprovado, passa para comissão com representantes do Município e Governo Federal. Depois segue para aprovação no Senado Federal, já que o crédito será disponibilizado através de moeda internacional.

O presidente da Câmara, Marcus Marcelo, disse que todas as dúvidas devem ser sanadas sobre o projeto, por isso via como positiva a reunião aberta. “Os alagamentos em Araguaína são uma situação crônica e serão resolvidos definitivamente este e outros problemas. É o que nós esperamos com a aprovação”, completou.

VEJA TAMBÉM
Marcus Marcelo visita obra do centro de esterilização de caninos e felinos

Fim das inundações

Dimas explicou que os piscinões serão construídos em vários pontos da cidade. “Estas bacias servirão pra segurar as águas das chuvas, diminuindo significantemente os alagamentos”. Além disso, o projeto é ambicioso, implantará saneamento, drenagem, mobilidade e também o esgoto sanitário que estará caminhando em conjunto”, disse.

Serão realizados também macro e microdrenagem dos córregos Neblina e Jacuba, implantação de unidade de conservação ambiental e implantação do Parque Urbano Nascentes do Neblina e áreas verdes. Uma equipe do CAF visitará Araguaína em julho deste ano, para ajustes finais. Todas as obras, que abrangem o projeto de Saneamento Integrado serão executadas em um prazo de três anos.

Recursos

Com aprovação, o Poder Executivo contratará a operação de crédito externo junto ao CAF com garantia da União no valor de US$ 54,9 milhões, aproximadamente R$ 170 milhões. Sendo que o crédito autorizado terá a destinação especificada na Lei Orçamentaria Anual.

O pagamento será em 20 anos, com juros de 3% ao ano, sendo que assim que aprovado, imediatamente 20% do valor já será creditado para início imediato de trabalhos.

VEJA TAMBÉM
Marcus Marcelo visita obra do centro de esterilização de caninos e felinos

“A cidade terá um retorno muito grande com o projeto, visto que melhora a mobilidade urbana, valoriza imóveis e traz novos empreendimentos em decorrência destes investimentos”, explicou o prefeito durante a reunião aberta.

Macrodrenagem

Projeto realizará importantes intervenções na cidade, como as bacias de detenção (piscinão), sanando problemas de alagamentos

O plano de macrodrenagem no Município, elaborado e implantado no início da gestão, já vem realizando vários serviços de drenagem pluvial em áreas prioritárias, identificando também as gravidades de problemas erosivos nas áreas urbanas.

O projeto completo foi elaborado para a solução de problemas que foram ocasionados ao longo dos anos em Araguaína, em decorrência de diversos desastres ambientais associados às chuvas, devido à quantidade e intensidade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.