Da Redação JM Notícia

 

O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) analisou os dados do Atlas da Violência 2017, divulgado na última segunda-feira (5) e  pelo Instituto Econômico de Pesquisa Aplicada (Ipea) e concluiu que o aumento da violência em Tocantins é culpa do governo do Estado.

“O crescimento alarmante da criminalidade no Tocantins é resultado direto da irresponsabilidade do governo estadual, que não investe em segurança pública”, disse ele inconformado com o crescimento de 164% da violência nos últimos dez anos. Para se ter uma ideia, o crescimento médio nacional é de mais de 10%.

O senador tucano ressaltou que existe um déficit de mais de 60% no efetivo das Polícias Civil e Militar do Tocantins. E acrescentou: “Os equipamentos usados pelas equipes de segurança estão sucateados, as delegacias estão em péssimo estado, desaparelhadas, falta até combustível para as viaturas. Em resumo, falta gestão.”

Ataídes entende que, além de não terem condições mínimas de trabalho, os policiais também não são valorizados pelo governo estadual. “Quem paga a conta, mais uma vez, é a população, que vive refém do medo e da insegurança no Tocantins”,  declarou o senador.

VEJA TAMBÉM
Comissão discute fim da cobrança de roaming

Dados do Atlas da Violência mostram que a taxa de homicídios no Tocantins foi de 14 para 33 mortes para cada 100 mil habitantes entre 2005 e 2015 – em 2015, foram registrados 503 homicídios no Estado. O aumento da criminalidade atinge especialmente jovens entre 15 e 29 anos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.