Por Alberto Rocha

Arnaldo Filho, um nome para ser lembrado

“Nossos valores e princípios éticos, espirituais morais e profissionais são inegociáveis, pois a gente só consegue tudo isso com muito esforço e honestidade. Além do mais, ao longo da vida, aprendemos que tais princípios e valores não estão à venda no mercado municipal nem nas feiras livres, por isso, eles devem ser preservados em nossa vida e conduta a todo custo”.

Este é o sentimento de um dos mais novos e promissores advogados do Tocantins: Arnaldo Filho, 29 anos de idade, natural de São Bento do Tocantins, Bico do Papagaio. Arnaldo não nasceu em berço de ouro, pelo contrário, vem de família humilde, passou a infância e a adolescência puxando enxada na roça, mas conseguiu sair da “estrebaria social” para alcançar novos horizontes, pelos próprios méritos.

O menino pobre de São Bento virou professor da rede pública na área de matemática, advogado e dono de um dos sites de notícias mais acessados do Estado. Recentemente ganhou a admiração e o respeito de toda a sociedade tocantinense ao comprar briga com gente grande ao defender interesses da coletividade.

VEJA TAMBÉM
Governo do Estado não quita dívida com Município de Araguaína

Quando a sociedade cansada, sofrida e desprotegida esperava em vão que seus representantes legais, políticos e demais autoridades, lutassem ou defendessem o interesse comum, ninguém apareceu para arrancar das costas do povo o pesado fardo da injustiça, da imoralidade travestida de legalidade e de outros absurdos que sufocavam e ainda sufocam, principalmente o povo simples, que não tem outra saída a não ser suportar a cangalha imposta pelos poderosos.

Mas em meio às injustiças, ao cinismo descarado e ao descaso dos que mandam, eis que surge o advogado Arnaldo Filho empunhando a “Caneta da Justiça” , gritando para todos ouvirem: “independência ou morte”, como fez Dom Pedro às margens do rio Ipiranga, ao libertar o povo do Brasil das garras afiadas de Portugal.

Só em 2016, Arnaldo Filho conseguiu várias conquistas para o povo do Tocantins. Aqui estão algumas delas: ajuizou 13 ações populares para impedir abusos com o dinheiro público, impedindo o mal uso de cerca de 200 milhões de reais; derrubou na justiça aumento salarial de vários prefeitos; derrubou a inspeção veicular ambiental que custaria mais de 80 milhões de reais por ano ao bolso do contribuinte; derrubou a cobrança de passageiros de veículos nas balsas que fazem a travessia nos rios do Estado; questionou o valor abusivo das vistorias veiculares do Detran; impediu a transformação de cargos sem concurso público na Assembleia Legislativa, dentre outras ações importantes. Se por um lado ele ganhou a graça do povo, por outro, atraiu a ira dos gananciosos. Mas valeu!

VEJA TAMBÉM
Igreja Fonte da Vida de Araguaína entrega cestas básicas neste domingo

Parabéns Arnaldo Filho. O povo agradece. Você é um nome para ser lembrado e carregado nas costas pelo povo do Tocantins, principalmente da sua cidade, Araguaína. Exemplos como os seus nos animam, pois nenhuma sociedade pode vencer se ela mesma apoiar o poder da corrupção. O hábito do erro, da opressão e da mentira destroem a dignidade humana quanto mais de um povo todo.

Concluo meditando no que diz o próprio Arnaldo Filho: “dinheiro arrecadado do povo não pode sustentar o luxo e a corrupção dos governantes; desviar o dinheiro do povo é um duro golpe de morte, e nós, cidadãos, não podemos concordar com tamanha desgraça”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.