Ataídes Oliveira leva recursos para sul do Tocantins

Quarenta famílias de baixa renda foram beneficiadas, nesta sexta-feira, no município de Alvorada, a 300 quilômetros de Palmas, com a casa própria. O investimento para a construção das moradias é uma contrapartida do Governo Federal, através dos esforços do senador Ataídes Oliveira (PSDB).

O senador, que participou da solenidade de entrega das casas, em Alvorada, afirmou que vai empenhar para Alvorada, 500 mil reais para a pavimentação de algumas ruas do município e mais 100 casas próprias para a cidade. Os recursos são oriundos do Ministério das Cidades.

“Eu vim da extrema pobreza, sei o que é lutar para ter uma vida melhor e dar mais conforto para minha família e essas famílias merecem ter uma vida digna, o direito da casa própria. Junto com a gestão municipal vamos alavancar a economia dessa cidade e fazer com essas pessoas sejam mais felizes. Esse é o grande negócio”, frisou o tucano.

Ataídes ainda anunciou que o município foi contemplado com 100 cartões reforma, que variam entre R$ 2 mil a R$ 9 mil, além de um kit do conselho tutelar, composto de um veículo da marca Chevrolet, modelo “Spin” com capacidade para até sete pessoas, cinco computadores, uma impressora, um refrigerador e um bebedouro. Os equipamentos foram pleiteados junto ao Ministério dos Direitos Humanos.

VEJA TAMBÉM
Com a presença de João Dória, PSDB-TO recebe adesão de 14 novos prefeitos

De acordo com o prefeito de Alvorada, Paulo Antônio (PSD), as obras estavam paradas há mais de oito anos, isso porque a empresa responsável pela licitação, na gestão passada, não conseguiu concluir o serviço. “Assim que eu assumi a prefeitura, destituímos a empresa e contratamos outra para inaugurar as casas em um período de cinco meses”, afirmou o prefeito.

Segundo Paulo Antônio, a expectativa é que mais moradias sejam à população até o final de seu mandato. “Queremos conceder esse benefício a todas as famílias de Alvorada que não têm condições de pagar um aluguel”, destacou.

A cidade, que atualmente possui em torno de 11 mil habitantes, tem um déficit de aproximadamente R$1.200 famílias sem a casa própria.

A dona de casa Doralice Martins, que foi contemplada com uma das moradias, disse que o sonho de sua vida era sair do aluguel e ter a casa própria. “Nesta sexta-feira eu consegui o que mais queria na vida. Sei que nem vou conseguir dormir esses dias de tanta felicidade. Esperei anos por esse momento”, destacou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.