Da Redação JM Notícia

 

Uma campanha promovida pelo Instituto Elijah Interfé reuniu alguns dos principais líderes religiosos do mundo para falar sobre a união das religiões e a busca pela paz.

O vídeo divulgado nas redes sociais e na imprensa mostra líderes  cristãos, judeus, muçulmanos, hindus, budistas e sikhs juntos, falando sobre a importância da amizade entre as crenças.

O bispo da Igreja Ortodoxa, Patriarca Bartolomeu I, fala em “reconhecer a beleza de Deus em cada ser humano vivo”. Em seguida o  aiatolá muçulmano Sayyid Fadhel Al-Milani aconselha as pessoas a “serem amigos independentemente da religião”.

O Papa Francisco, líder máximo da Igreja Apostólica Romana, diz que “é muito importante [se relacionar com pessoas de outras religiões] porque a minha vida religiosa tornou-se mais rica com estas explicações”.

O rabino Abraham Skorka, chamado de irmão pelo Papa, também aparece nesse vídeo ao lado de outros líderes que tentam mostrar a importância da união dos povos tentando barrar a crescente onda de violência motivadas por diferenças religiosas.

VEJA TAMBÉM
Ciência tenta explicar o que faz as pessoas se tornarem extremistas

“Quando os principais líderes religiosos do mundo pregam unidade e amizade, estão consolidando uma nova forma de praticar a religião e rejeitando a velha”, declarou o rabino Alon Goshen-Gottstein Doctor, diretor do Instituto Elijah e um dos idealizadores da campanha.

A campanha, porém, tem sido divulgada como um exemplo de que a Nova Ordem Mundial está próxima de se concretizar, onde todas as religiões se uniriam.

 

Assista:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.