Marcelo de Carvalho Miranda é o Governador do Tocantins – Foto: Divulgação

Da Redação JM Notícia

O governo do Tocantins teve as constas bloqueadas pela Justiça no  valor de R$ 19.350,00, depois de descumprir ordem judicial que determinou que o Município e o Estado do Tocantins, providenciassem, no prazo de cinco dias, os meios necessários para realização de tratamento cirúrgico de Refluxo Gastroesofágico da criança V.E.A.G, seja na rede SUS ou na rede privada, assim como arcar com o custeio de transportes, alimentação e hospedagem para a criança e sua acompanhante, até o final do tratamento, nenhum dos requeridos cumpriu a decisão. As informações são da Defensoria Pública do Tocantins.

De acordo com a DPE-TO, a criança V.E.A.G. sofre de Refluxo Gastroesofágico e de Encefalopatia Crônica não Progressiva, associado a um quadro de epilepsia. Ele mora em Guaraí -TO, tem quatro anos, e tem enfrentado muitas dificuldades desde que nasceu, não consegue se alimentar corretamente, apresenta quadro de desnutrição e respiratórios, o que lhe impede de ter um desenvolvimento saudável.

A situação da criança se agrava a cada dia e V.E.A.G precisa fazer uma procedimento cirúrgico chamado Gastrostomia e posterior acompanhamento. A mãe Sandra Augusto conta que, com muita paciência, cuidados e criatividade, vem alimentando a criança. “Desde que nasceu ele tem dificuldade para comer. Quando ele era bebê ficou internado na UTI, ele não conseguia sugar, comer. Sempre os médicos dizendo que ele precisava de cirurgia. Tenho todos os cuidados, tento mamadeira, colher, invento vários tipos de comida, e a cada dia ele vai superando, engasgando, devagarzinho”, relata.

VEJA TAMBÉM
​Sinpol-TO pede prisão do governador do Tocantins Marcelo Miranda

Diante do descumprimento da decisão, com o orçamento dos custos necessários para realização da cirurgia, a Justiça determinou o bloqueio imediato da quantia de R$ 19.350,00 na conta do Estado do Tocantins, por meio do Sistema Bacenjud, para o procedimento cirúrgico do pequeno V.E.A.G.

“Uma criança que precisa de uma cirurgia de urgência desde que nasceu, e a gente tentando de todas as maneiras, pelo SUS, e só na Justiça pra conseguir. Ele chegou a ficar internado na UTI esse ano, chegou a ser entubado por três dias”.

De acordo o Defensor Público, a cirurgia da criança deve ser marcada nos próximos dias. Nesta quinta-feira, 22, o Hospital em que o procedimento será realizado foi informado do bloqueio de valores e deverá proceder com o imediato agendamento da cirurgia.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.