Da Redação JM Notícia

 

O Centro Dom Bosco, uma associação católica do Rio de Janeiro, está pedindo indenização de R$ 5 milhões ao canal Porta dos Fundos por fazer sátira ao cristianismo.

O canal de humor frequentemente faz vídeos ridicularizando a fé cristã. Alegando “liberdade de expressão”, o grupo conseguiu por várias vezes se livrar de processos movidos por grupos cristãos que se sentiram ofendidos com os vídeos.

O vídeo tem quase 5 milhões de visualizações

Agora o Centro Dom Bosco usa o artigo 208 do Código Penal que diz: “Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena – detenção, de um mês a um ano, ou multa.”

A associação católica entrou com uma ação da 46ª Vara Cível do Rio de Janeiro denunciando a publicação do vídeo “O céu católico”, onde Fábio Porchat e Gregório Duvivier (ambos ateus) ridicularizam do conceito de Paraíso.

O vídeo mostra que Adolf Hitler está no céu por pedir perdão a Deus antes de morrer, enquanto outras pessoas estariam no inferno por comerem alimentos proibidos ou por trabalharem em dias santos. O vídeo também afirma que protestantes não entram no céu.

VEJA TAMBÉM
Porta dos Fundos inventa novo Jesus, e ele é miliciano

Como indenização, a associação pede R$ 1 (um real) para cada visualização que o vídeo teve no Youtube. O vídeo foi visto mais de 4,9 milhões de vezes. Com informações de O Globo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.