Da Redação JM Notícia

 

Durante a missa desta segunda-feira (26) o Papa Francisco afirmou que o verdadeiro cristão não precisa adivinhar o futuro ou se preocupar com o horoscopo.

“O cristão verdadeiro não é aquele que se instala e fica parado, mas aquele que confia em Deus e se deixa guiar num caminho aberto às surpresas do Senhor”, declarou.

O líder da Igreja Católica falava sobre a história de Abraão, que foi exortado por Deus a deixar seu país e seguir uma promessa.

O ser cristão tem sempre esta dimensão do despojamento que encontra a sua plenitude no despojamento de Jesus na Cruz. Sempre há um vai, um deixa, para dar o primeiro passo: ‘Sai da tua terra, da tua família e da casa do teu pai’. Se fizermos memória veremos que nos Evangelhos a vocação dos discípulos é um ‘vai’, ‘deixa’ e ‘vem’. Também nos profetas, não é? Pensemos a Eliseu, trabalhando a terra: ‘Deixa e vem’.”

Diante dessa fala, Francisco declarou que um cristão autêntico precisa “ter a capacidade de serem despojados”, obedecendo a fé assim como fez Abraão sem saber o seu destino final.

VEJA TAMBÉM
Publicações gratuitas ajudam cristão a fazer diferença na sociedade

“O cristão não tem um horóscopo para ver o futuro. Não procura a necromante que tem a bola de cristal, para que leia a sua mão. Não, não. Não sabe aonde vai. Deve ser guiado. Esta é a primeira dimensão de nossa vida cristã: o despojamento”, declarou.

Na explicação do Papa, o despojamento faz com que a pessoa caminhe em direção a promessa pelo caminho da fé. “O caminho começa todos os dias na parte da manhã; o caminho de confiar no Senhor, o caminho aberto às surpresas do Senhor, muitas vezes não boas, muitas vezes feias – pensemos em uma doença, uma morte – mas aberto, pois eu sei que Tu me irás conduzir a um lugar seguro, a uma terra que preparaste para mim”, ensinou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.