O vereador professor Júnior Geo (PROS) faz campanha desde abril nas redes sociais e presencialmente, colhendo assinaturas contra o aumento de 17% da tarifa de ônibus em Palmas.  Apesar de o novo valor já ter sido aplicado, segundo Júnior Geo, essa luta irá para a justiça após fortalecer ainda mais o número de assinaturas em conjunto com o vereador Léo Barbosa (SD) que também abraçou a causa.

Geo considera abusivo o aumento, tendo em vista as condições dos estudantes, que tem observado em seu convívio como professor em redes públicas e privadas. “O aumento é inviável para a mobilidade de muitos trabalhadores e estudantes que não têm condições de chegar ao local de trabalho e estudo sem o transporte público”, explica.

O vereador aponta também o momento de crise que o país vive e, segundo ele, Palmas não tem condições de arcar com mais tributos. “Vivemos um momento de crise e recebemos notícias de tarifas aumentando sem que a população seja consultada. Precisamos utilizar da democracia para garantir os nossos direitos e impedir que vivamos para pagar tributos”.

Júnior Geo afirma que a luta contra o aumento continua e vai recorrer à justiça com assinaturas colhidas

Já foram mais de 1.800 assinaturas online ( http://bit.ly/2sdpO2H ) e mais de 5 mil assinaturas presenciais colhidas pelos dois vereadores. O objetivo é conseguir mais assinaturas e dar entrada nos próximos meses em uma ação civil pública por meio da Defensoria e Ministério Público do Estado. Para os parlamentares, a luta para derrubar o aumento não acaba com sua implantação, apenas fortalece, pois a população não tem condições de pagar tantos aumentos.

NOVA TARIFA

A nova tarifa de R$ 3,50 começou a vigar nesta segunda-feira, 26. O valor cobrado anteriormente era de R$ 3,00 reais.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.