Por Ana Paula Lopes

Ap. Sérgio Paulo Guimarães, líder da Igreja Internacional da Renovação no Tocantins

O Projeto Compaixão Real será realizado no dia 1º de julho na Escola Raquel de Queiroz no Setor Aureny III. A ação social terá início às 8h e se encerrará as 17 h do sábado e atenderá a população local e dos setores vizinhos com serviços de assistência básica de saúde com médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e odontólogos, orientações jurídicas, emissões de carteiras de trabalho e de identidade, casamento comunitário, cortes de cabelo, palestras de orientação e conscientização de temas diversos, além de atividades recreativas e jogos educativos a crianças e adultos.

O evento é uma iniciativa da Ação – Associação da Igreja Internacional da Renovação em parceira com o projeto Nação Rap, que promove ações de evangelismo por meio do rap, e, tem como finalidade atender as necessidades da população carente do setor que tem dificuldades no acesso à saúde, educação e cultura como explica Bruno Mendes, um dos idealizadores do projeto “São serviços básicos e essenciais ao ser humano, mas que infelizmente não é de fácil acesso a todos. O nosso objetivo é proporcionar a comunidade de forma gratuita esses benefícios disponibilizando-os num mesmo lugar facilitando assim a acessibilidade e mobilidade daqueles que for atendido pelo projeto” finaliza Bruno.

Intitulado “Compaixão Real” o projeto que tem cunho social e também evangelístico é a efetivação do evangelho de Jesus Cristo que segundo o presidente da Igreja Internacional da Renovação, o apóstolo Sergio Paulo Guimarães deve ser vivido “O ‘Compaixão Real’ é a prática da Palavra de Deus, que gera transformação direta na vida das pessoas, e, com essa ação estaremos abençoando aqueles que necessitam”. O encerramento do projeto será com a realização de um culto na Igreja Internacional da Renovação do Aureny III às 19 h com o rapper Thiagão, ex integrante dos “kamikazes do Gueto”, grupo de rap bastante conhecido na cultura secular.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.