Da Redação JM Notícia

 

O teólogo Gerald R. McDermott, professor na Escola Teológica Beeson, em Birmingham, Alabama (Estados Unidos), declarou há diversas razões para a igreja pensar diferente sobre Israel e os judeus.

Sua posição sobre essa relação é o tema do livro “Israel Importa”, ainda inédito no Brasil, onde ele narra detalhadamente o que o faz pensar que cristãos e judeus devem andar juntos.

“Os judeus foram horrivelmente injustiçados pelos cristãos ao longo de milênios”, afirma o autor apontando para as “grandes complexidades geopolíticas” da atualidade que colocam Israel em perigo.

Outro ponto tratado por ele é sobre a forma como os cristãos veem os judeus, como uma outra religião com a vinda de Jesus. “O erro de pensar que Jesus se afastou do judaísmo e começou uma nova religião favorece o distanciamento entre cristãos e judeus. Isso faz com que vejamos os judeus como o ‘outro’”, afirma.

McDermott também fala que com a Reforma Protestante, muitos líderes defendem a ideia de que Israel, como povo escolhido por Deus, foi substituído pela “Igreja”, posição esta que ele descorda.

VEJA TAMBÉM
Israel reduz a 12 anos idade mínima para prender terroristas

O autor afirma que não há embasamento bíblico para tais argumentos, lembrando de várias passagens com profecias para os judeus e para Israel, muitas delas ainda não foram cumpridas. Por isso ele contesta a chamada “teologia da substituição” ou a “teologia da realização”, por não encontrar bases bíblicas que possam validar tais teorias.

Citando Romanos 11:28, McDermott compreende que os judeus eram chamados de inimigos do Evangelho, mas também eram amados por Deus. “O versículo 31 usa o termo ‘também’, ou seja, Deus não exclui os judeus de seus planos para trocá-los pelos cristãos”, declara o teólogo.

Ainda de acordo com ele, o principal motivo para que os cristãos sejam apoiadores de Israel é o fato de Jesus ser judeu. “Os judeus foram criados por Deus como representantes da humanidade. Então, se a Bíblia mostra que eles se afastaram de Deus, isso realmente mostra como todos nós agimos. Jesus disse que a salvação vinha dos judeus e previu que algum dia Jerusalém o receberá e ali ele governará com seus apóstolos sobre as tribos de Israel”, completa.

VEJA TAMBÉM
Cristãos americanos acreditam que as pessoas são pobres por “falta de esforço”

E o autor ainda faz um alerta: “Se os cristãos começam a pensar que são, de alguma forma melhores só por que acreditam em Jesus como o Messias, não conseguirão entender totalmente a graça de Deus”. Com informações Christian Post.

Gerald R. McDermott é autor do livro “Israel Importa”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.