Da Redação JM Notícia

 

Presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) por 30 anos, o pastor José Wellington Bezerra da Costa passou o cargo para o seu filho, pastor Wellington Junior, durante a última sessão da 43ª Assembleia Geral Ordinária (AGO) que aconteceu em São Paulo na última segunda-feira (3).

José Wellington aproveitou o momento para criticar os opositores que tentaram impedir a posse de seu filho através de processos judiciais dizendo que o “poder não se toma, mas se conquista com a bênção de Deus e a confiança dos eleitores”.

Wellington Junior foi eleito por mais de 14 mil votos, porém a eleição aconteceu mediante a diversos descumprimentos de ordens judiciais, inclusive ordens que exigiam a retirada de sua candidatura ao cargo. Fora isso, pastores de diversos estados brasileiros contestaram o voto de pastores já falecidos e ainda cerca de mil votos que saíram de um mesmo computador em São Paulo.

O juiz da 1º Vara Civil de Madureira, no Rio de Janeiro, autorizou a posse da nova Mesa Diretora e Conselho Fiscal, após entender que não seria possível identificar falhas no processo eleitoral e que a falta de presidência prejudicaria os andamentos da CGADB.

VEJA TAMBÉM
CGADB: Quantidade de inscritos revela disputa acirrada em 2017

Ao iniciar a posse dos eleitos, José Wellington afirmou que a entidade “é de Deus” e orou pelos pastores que assumirão seus cargos. “Que as bênçãos de Deus sejam derramadas sobre os novos membros da Mesa Diretora e do Conselho Fiscal” declarou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.