Da Redação JM Notícia

 

O programa The Noite da última sexta-feira (14) contou com a participação de Fernanda Brum, cantora e pastora evangélica que pode falar sobre seu ministério além da música.

Conhecida nacionalmente por ser uma das principais representantes do gospel nacional, Fernanda é pastora e mantém o ministério Profetizando as Mulheres que resgata o chamado feminino ministerial.

A cantora pode falar um pouco sobre este trabalho e mostrar a importância das mulheres no ministério, lembrando que Jesus escolheu uma mulher para espalhar a notícia sobre a ressurreição.

A cantora falou sobre seu ministério pastoral e seu envolvimento com missões

Fernanda Brum também pode falar sobre seus trabalhos com missão, citando a perseguição religiosa no mundo, como as igrejas underground que funcionam em subsolos para impedir que as autoridades descubram que há cristãos se reunindo ali.

África, Ásia e o Oriente Médio são as regiões onde há mais perseguição aos cristãos. Fernanda Brum e o apresentador Danilo Gentili falaram de alguns motivos para essas perseguições como religiões extremistas e governos comunistas autoritários como o da China e da Coreia do Norte.

VEJA TAMBÉM
Inicia nesta sexta, em Palmas, mais uma edição da CIBE-TO; Elaine Martins é a cantora oficial

“Há mais cristãos martirizados hoje no planeta que no tempo dos discípulos. Em alguns países da África você não pode cantar uma canção evangélica”, disse ela lembrando a história de Helen Berhane, da Eritreia, que foi presa em contêiner por 2 anos por ter gravado um CD evangélico.

Assista:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.