Por Mário Sérgio de Santana

Pastor Carlos Roberto da Silva,

Com o tema “LIDERANDO A IGREJA ATRAVÉS DA PALAVRA” II Timóteo 4:2, realizou-se entre os dias 20 a 23 de julho de 2017, em Paulínia (SP), a 84ª Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Convenção de Ministros das Assembleias de Deus no Estado de São Paulo e Outros (COMADESP).

A 84ª AGO contou ainda com o encontro de Mulheres da COMADESP Feminina e a Comadespinha, reunião dos filhos menores dos convencionais presentes na convenção. Aproximadamente 1.000 ministros inscritos e 550 esposas de obreiros participaram das atividades de estudos bíblicos e  dos cultos cultos a noite.

Conforme o blog Point Rhema, vários pregadores, ensinadores, cantores e músicos colaboraram e abrilhantaram as programações da convenção. Políticos, entre ele o Deputado Federal Pr. Roberto de Lucena da Igreja O Brasil para Cristo, o Deputado Estadual Adilson Rossi, membro da AD Cubatão e da Comadespe, o Prefeito de Serro Azul (PR), além de vários vereadores de diversas cidades brasileiras marcaram presença.

Presidida pelo pastor Carlos Roberto da Silva, da Assembleia de Deus em Cubatão, a COMADESP reúne aproximadamente 100 ministérios com cerca de 2.000 pastores e evangelistas. As igrejas ligadas a Convenção estão em sua maioria estão sediadas no Estado de São Paulo, porém a sua abrangência atinge ainda igrejas de outros estados e até mesmo de outros países.

A COMADESP é uma das quatro convenções paulistas ligada a Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), atuando de forma independente e com atuação em comissões e na própria diretoria da convenção nacional, participando desta forma de todas as decisões que regem as diretrizes da AD no Brasil.

Ainda segundo o Point Rhema, a 84ª AGO em Paulínia “entrou para a história”, não somente pelo número de participantes, mas também pelo envolvimentos e dedicação dos seus organizadores na preparação de toda estrutura para receber os convencionais.

Em tempos de internet e redes sociais, as manifestações sobre o evento foram mais que favoráveis. Porém, a ausência da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) como patrocinadora foi sentida. Sem a CPAD, a Editora Vida marcou presença e investiu no evento.

Um internauta até declarou que a convenção foi um sucesso, mesmo sem o patrocínio da CPAD. “Ou seja,  existe VIDA além  da CPAD” – ironizou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.