Da Redação 

Durante reunião da comissão do Concurso Público da Câmara Municipal de Palmas, nesta quinta-feira (03), o vereador Moisemar Marinho (PDT), defendeu a transparência na realização do certame.

“Precisamos de uma empresa idônea, de responsabilidade, para a realização do Concurso Público da Câmara Municipal de Palmas. O concurso é um grande passo para a transparência das ações da Casa”, defendeu o vereador.
Na ocasião, Moisemar disse ainda que não favorece uma determinada empresa, mas que defende que a escolha da mesma seja realizada de forma transparente e que a escolhida seja devidamente qualificada.
“Estamos trabalhando para que este concurso seja realizado da melhor forma possível, e isso começa a partir da escolha da empresa realizadora do certame”, diz Marinho.
O lançamento do edital de licitação está marcado para a próxima sexta-feira, 11. A empresa vencedora será responsável por executar e produzir as provas, além de elaborar o edital, fiscalizar e treinar a equipe que fiscalizará o concurso.  Ao todo, devem ser ofertadas 43 vagas no certame.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.