No encontro em Cuiabá serão discutidos temas como a segurança pública, meio ambiente, comunicação pública e a criação do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal

O governador Marcelo Miranda participa nesta sexta-feira, 11, do lançamento nacional da colheita do algodão, com o Presidente Michel Temer, e do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, em Cuiabá (MT), onde serão discutidos temas de interesse comum dos estados integrantes do bloco. Durante o encontro, devem entrar em pauta temas relacionados à segurança pública, ao meio ambiente, à comunicação pública, bem como à criação do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal. O encontro ocorre no Centro de Eventos do Pantanal.

Marcelo Miranda e os demais governadores integrantes do 15º Fórum de Governadores da Amazônia Legal chegam às 11 horas e concedem uma entrevista coletiva à imprensa e, logo após, seguem para município de Lucas do Rio Verde (MT), onde, na parte da tarde, acompanham o Presidente Michel Temer no lançamento da colheita de algodão e na inauguração da primeira usina exclusiva no Brasil de produção de etanol a partir do milho e de seus derivados.

A usina de etanol e coprodutos do milho produzirá, anualmente, cerca de 250 milhões de litros de etanol, 6.200 toneladas de óleo de milho, além de exportar 60.000 megawatts de eletricidade. Ao término do evento, os governadores retornam a Cuiabá, para dar continuidade ao Fórum de Governadores da Amazônia Legal.

VEJA TAMBÉM
Marcelo Miranda discute prioridades do Estado no Fórum Permanente de Governadores

Antecede o Fórum de Governadores, o encontro da equipe técnica dos estados participantes, que se reúnem nesta quinta-feira, 10, para alinhar e finalizar os temas que serão discutidos e deliberados pelos governadores na sexta-feira.

Pautas

Em discussão estão os desdobramentos do último encontro, como a criação do Consórcio Amazônia Legal, que deve seguir os mesmos moldes do Consórcio Brasil Central. No que diz respeito ao meio ambiente, devem prevalecer as estratégias dos estados na área ambiental para o Encontro Anual de Governadores, que será realizado de 25 a 29 de setembro de 2017, na Indonésia. Também será discutida a agenda para os governadores apresentarem na ocasião da COP 23, que será realizada em novembro, na Alemanha. Durante o encontro, o Tocantins vai propor que os estados que compõem o Fórum da Amazônia Legal realizem o Fórum Cidadão em Palmas. No evento, serão discutidas proposituras para o Fórum Mundial da Água, que será realizado de 18 a 23 de março de 2018, em Brasília (DF).

VEJA TAMBÉM
Por meio de decreto, Governador apresenta isenção do ICMS e incentivo ao uso da Energia Solar no TO

Já na área da segurança pública, serão debatidos assuntos como o tráfico de drogas, a intensificação dos trabalhos de inteligência e o compartilhamento de informações entre a Polícia Civil dos estados integrantes. Também devem ser discutidos roubo e furto às instituições financeiras e a intensificação dos trabalhos e operações integradas de combate à modalidade novo cangaço, além do fortalecimento das delegacias de repressão a crimes contra o meio ambiente.

Por fim, na área de comunicação pública, os governadores vão deliberar sobre a proposta de estatuto, a logomarca e as ações conjuntas de comunicação e publicidade que poderão ser desenvolvidas de forma integrada pelos estados-membros.

Participantes

Além do Tocantins, o Fórum de Governadores da Amazônia Legal é composto pelos estados Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia e Roraima.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.