Da Redação JM notícia

senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) (Foto: Ueslei Marcelino / Reuters)

A pré-candidata ao Governo do Tocantins, senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) informou nesta quarta-feira (16), por meio de sua assessoria, que a parlamentar apresentou a defesa no processo de expulsão ao qual responde no PMDB.

Também alvo de pedido, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) declarou em postagem no Facebook ter sido intimado a apresentar as respostas dele.

Os dois senadores têm criticado o governo do presidente Michel Temer e atuaram contra as medidas propostas por Temer, em especial a reforma trabalhista, assim como também têm se pronunciado contra a reforma da Previdência Social.

Kátia Abreu e Requião também se posicionaram a favor de Renan Calheiros (AL), que deixou a liderança do PMDB do Senado após perder o apoio da maioria da bancada.

“A parlamentar indicou 24 testemunhas, entre elas políticos do Tocantins, e lembrou que a legenda não propôs nenhum tipo de punição a filiados condenados por crimes graves, como corrupção e formação de quadrilha”, diz nota divulgada pela assessoria de Kátia Abreu.

A senadora solicitou que sejam ouvidas as seguintes testemunhas. Veja os nomes indicados:

  1. Douglas Marcelo Alencar Schmitt – Tocantins
  2. Ângela Alves – Tocantins
  3. Alexandre Fleury Jardim – Tocantins
  4. Jorge Wazeler Pés (Jorge Gaúcho) – Tocantins
  5. Jair Martins – Tocantins
  6. Deputado Estadual Rocha Miranda – Tocantins
  7. Governador Ivo Sartori – Rio Grande do Sul
  8. Senador Renan Calheiros – Alagoas
  9. Senador Roberto Requião – Paraná
  10. Senador Eduardo Braga – Amazonas
  11. Senador Edson Lobão Filho – Maranhão
  12. Senador Eunício Oliveira – Ceará
  13. Senador Valdir Raupp – Rondônia
  14. Senador Jorge Vianna – Acre
  15. Senador Armando Monteiro – Pernambuco
  16. Senador Wellington Salgado – Minas Gerais
  17. Deputado Laura Carneiro – Rio de Janeiro
  18. Deputado José Augusto Pugliesi – Tocantins
  19. Ex. Governador André Puccinelli – Mato Grosso do Sul
  20. Ex. Prefeito Eduardo Paes – Rio de Janeiro
  21. Ex. Presidente Dilma Vanna Rousseff – Rio Grande do Sul
  22. Ex. Presidente Luís Inácio Lula da Silva – São Paulo
  23. Ministro Gilberto Kassab – São Paulo
  24. Ministro Leonardo Picciani – Rio de Janeiro
VEJA TAMBÉM
Ministra Kátia Abreu avisa em mensagem que não deixa Ministério
Imagem mostra o senador Roberto Requião (PMDB-PR) (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

 senador Roberto Requião (PMDB-PR) (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

Requião

Requião trocou ofensas com o presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), em vídeos publicados nas redes sociais.

O episódio aconteceu após a revista “Veja” publicar uma reportagem segundo a qual Jucá havia definido uma estratégia para retirar Requião do partido, embora ele seja o presidente do PMDB no Paraná.

“Acabo de receber uma intimação do partido para eu responder em 15 dias a um pedido de expulsão formulado pela Juventude do PMDB. Meu Deus, que juventude temos nós agora. Eu lembro do [filósofo espanhol] Ortega y Gasset: ‘Juventude que não é rebelde é servidão precoce'”, disse Requião no vídeo publicado no Facebook. Com informações G1

Convite

Caso seja expulsa do PMDB, convite para de partidos para disputar o Governo do Tocantins não faltam. Lideres do PDT, Podemos, PSB e PSDB já fizeram convite a senadora Kátia Abreu.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.