Da Redação JM Notícia

Para o ex-presidente da Nigéria, Olusegun Obasanjo, a vinda de Jesus está próxima e todos precisam estar preparados para ela. Foi isso que ele afirmou no último sábado (12) durante um discurso em uma igreja.

“Vocês precisam estar completamente preparados para a segunda vinda do nosso Senhor, não há acordo”, declarou ele diante dos fiéis da Igreja Fé Apostólica Choir que fica no estado de Ogun.

Enquanto o povo louvava, o ex-presidente fez uma observação de que o momento do louvor é uma indicação de como será o céu.

A Nigéria tem sido assolada pelos crimes de terrorismo realizado por grupos como o Booko Haram. Obasanjo foi presidente entre 1999 e 2007 e não passou pelo terror que seus sucessos estão passando com o aumento da violência no país.

Mas para ele a fé pode consertar a Nigéria. “A Nigéria pode ser consertada por Deus, mas devemos convidá-Lo para as nossas vidas. O que temos que fazer com este país está em nossas mãos. A graça de Deus é abundante quando não abusamos dela”, declarou.

VEJA TAMBÉM
Se a chuva não cair, muitos cristãos poderão morrer de fome na Mauritânia

Luta contra o terrorismo

Desde 2009 o Boko Haram tem distribuído terror pelo norte do país, pelo menos 20 mil pessoas foram mortas e milhares tiveram que fugir para o sul ou para países vizinhos.

O governo atual declarou que tem conseguido acabar com o grupo terrorista, mas recentemente o o líder do grupo, Abubakar Shekau, ressurgiu para declarar que não há espaço para que os cristãos convivam com muçulmanos no país.

Se depender do superintendente distrital da Igreja Fé Apostólica na África Ocidental, Adebayo Adeniran, o líder terrorista está errado, pois ele tem convocado os cristãos a promoverem uma convivência pacífica, independentemente das diferenças religiosas.

“Todos os nigerianos, independentemente da religião, devem orar pela ressurreição daquilo que a nossa nação perdeu”, disse Adeniran. “Os nigerianos devem permanecer pacientes diante da intolerância política e religiosa, da insegurança e das dificuldades econômicas. Deus nos fará triunfar sobre tudo isso”, completou. Com Informações The Christian Post.

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.