deputado federal, Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), relator da reforma tributária.

A carga tributária representa hoje cerca de 35% do Produto Interno Bruto (PIB) e está presente na vida de todo o cidadão. O sistema tributário interfere na vida das famílias, empresas, prefeitura, governos estaduais e federais. Pensando nisso, a Feira de Negócios de Palmas, Fenepalmas 2017, trouxe a palestra do deputado federal, Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), relator da reforma tributária.

O objetivo foi apresentar e debater as principais mudanças propostas. O parlamentar defende a extinção de vários impostos como ISS, ICMS, IPI, Confins, IOF entre outros. No lugar, sugere a criação de um imposto único.

“Em substituição a esta estrutura tão complexa, propomos um modelo europeu que seria o imposto sobre Valor Agregado (IVA). No entanto, serão retirados sete itens como energia elétrica, combustível, cigarro, bebidas, telecomunicações, pneu, veículos, vamos cobrar separadamente chama imposto seletivo monofásico”, explica o deputado Hauly.

O deputado acrescenta ainda os benefícios dessa simplificação.
“Essa estrutura tributária simples vai facilitar que a empresa produza uma mercadoria, bens ou serviços mais baratos e que gere mais empregos para que possa ser retomada a competitividade das empresas brasileiras. Essa estrutura vai diminuir a sonegação, vai acabar com a guerra fiscal”, enfatiza.

VEJA TAMBÉM
Fenepalmas 2017 será lançada nesta quinta-feira com 70% dos estandes vendidos

A programação faz parte do XXIX Encontro sobre o Corredor Centro Norte e Workshop de Logística do Norte e do Brasil que acontece durante a 22ª edição da Fenepalmas. O presidente da Acipa, Thiago Rosa, destaca a necessidade desse tipo de debate dentro da feira.

“Essa reforma tributária tem que ser feita, mais rápido possível. A gente sabe que uma forma não é fácil, por que mexe com a toda a base de arrecadação de impostos. No entanto, vamos debater essa necessidade com dialógo para que possamos participar juntos, e construir mudanças em conjunto”, destaca o presidente Thiago Rosa.

O deputado estadual Paulo Mourão (PT), participou das discursões sobre o assunto e defendeu a proposta da reforma tributária.

“A carga tributária penaliza de forma injusta trabalhadores, consumidores, assalariado. Então é preciso criar um sistema simplificador. É por isso que parabenizo a Fenepalmas em nome do presidente da Acipa, Thiago Rosa, juntamente com todas as associações e federações pela iniciativa de trazer esse debate”, reforça.

O professor universitário do IFTO, Elion Sarmento Silva, participou das oficinas e palestras da Fenepalmas.

VEJA TAMBÉM
Kátia Abreu recepciona Amastha no lançamento da Fenepalmas

“Discutir a logística foi um dos temas interessantes da feira em minha opinião. Além disso, aqui a gente encontra segmento de todas as áreas e informações atuais e relevantes”, finaliza o professor.

A 22ª edição da Fenepalmas recebe na próxima sexta-feira, sete comitivas de embaixadas que vão debater a logística e o potencial do Tocantins.

Com informações da Agência Metrópole Comunica

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.