Da Redação JM Notícia

O vereador professor Júnior Geo (PROS) cobrou transparência em relação aos investimentos públicos nas obras de Palmas, durante sua fala nesta terça-feira (29), na sessão ordinária, ele citou a representação emitida pelo Ministério Público de Contas do Estado do Tocantins (MPC/TO) sobre a implantação do “Shopping a Céu Aberto”. 

Geo realização imediata de levantamento nos processos e atos administrativos relativos à revitalização da Avenida Tocantins, em Taquaralto, obra que tem gerado uma série de reclamações por parte dos comerciantes locais. 

Entre os questionamentos apresentados pelos comerciantes da região durante uma audiência, está a falta de informações sobre a obra, como, a ausência do projeto, a inexistência de estudo de impacto de vizinhança, a não realização de audiências públicas ou consulta a população impactada, escassez de vagas de estacionamento, entre outros pontos. 

Diante disto, Júnior Geo cobra os esclarecimentos por parte da prefeitura, dizendo que eles são fundamentais, uma vez que toda a obra está sendo custeada com dinheiro público. 

“O mais importante para a sociedade palmense é a fiscalização dos altos impostos, taxas e tributos pagos pela população. A função do vereador é fiscalizar a aplicação do dinheiro público”, destacou Geo. 

O vereador ainda se comprometeu em continuar defendendo os assuntos da população de Palmas. “Gostaria de deixar claro à sociedade palmense que nós estamos aqui para fazer o nosso papel, em defesa do que é correto, em defesa do dinheiro público, exigindo transparência e legalidade”, finalizou. 

 

Ações de transparência 

VEJA TAMBÉM
10 casos de microcefalia são confirmados no Hospital Dona Regina, em Palmas

Em agosto de 2015 foi aprovado pela Câmara Municipal de Palmas, de autoria do vereador professor Júnior Geo, o Projeto de Lei que exige que as placas informativas sobre a execução de obras públicas do município de Palmas tenham mais informações disponíveis do que as já existentes. 

Como uma medida de transparência, as placas devem indicar o prazo de execução, setor da administração responsável pela obra, a empresa contratada e o número do contrato administrativo ou procedimento de realização dos recursos utilizados, devendo ser colocada em local visível durante todo o período de realização da obra. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.