Da Redação JM Notícia

O estabelecimento passou a ser atacado pelos apoiadores da causa LGBT

Uma padaria da Califórnia está sendo atacada nas redes sociais por ter se negado a fazer o bolo de casamento de um casal de lésbicas.

Cathy Miller, proprietária da Tastries Bakery, em Bakersfield, explicou que por ser cristã, ela não realiza bolos de casamento para homossexuais, mas sempre pega o pedido e passa para uma padaria concorrente.

Em sua visão, o casamento é a celebração de uma união vinda de Deus e não apenas um pedido de bolo.

A confusão com a Tastries Bakery começou quando o casal de lésbicas Eileen Del Rio e sua namorada fizeram o pedido do bolo, mas teve o pedido negado pela dona do estabelecimento.

Em seu Facebook, Del Rio reclamou de preconceito e levou seus apoiadores a reclamar da loja no Facebook, fazendo críticas ao estabelecimento. Ela confessou que Cathy Miller chegou a anotar o pedido para passar a uma padaria concorrente, mas o casal não aceitou.

Miller disse à imprensa local que não tem nada contra gays, mas há certas atividades que ela não pode apoiar por ser cristã.

VEJA TAMBÉM
"Na América não idolatramos o governo, nós adoramos a Deus", diz Trump em discurso

“Aqui em Tastries, amamos a todos”, disse Miller. “Meu marido e eu somos cristãos e sabemos que Deus criou todos e ele criou todos iguais por isso não é que não gostamos de pessoas de certos grupos de pessoas, mas há certas coisas que violam a minha consciência”.

A empresária declarou que está muito magoada com a forma como o casal tem feito as pessoas boicotarem sua padaria. “Estou realmente magoada com isso. Eu não acho que devemos ser perseguidos por causa de nossas crenças”.

Segundo o site BreitBart, além das críticas no Facebook da empresa, os apoiadores da causa LGBT estão fazendo comentários negativos sobre a empresa no Yelp e no TripAdvisor como forma de “protesto”, em meio a esse mutirão de ódio contra a empresária cristã, é possível ver quem esteja comentando favoravelmente desejando sorte à dona.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.