Da Redação JM Notícia

Segundo os organizadores, 300 pessoas participaram da manifestação. Foto: G1

Amigos e familiares do advogado Danilo Sandes fizeram nesta quinta-feira (31) uma manifestação pedindo justiça pela morte do profissional. A manifestação começou por volta das 17h, na sede da OAB de Araguaína, e terminou às 18h na Praça da Bandeira. De acordo com os organizadores, 300 pessoas participaram do ato. 

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Araguaína, Márcio Parente, esteve presente no ato e mostrou sua indignação.  “Não é porque foi um advogado, foi uma pessoa da comunidade geral […] Nossa preocupação é com a comunidade em geral”, declarou ao G1. 

Danilo foi dado como desaparecido em julho e dias depois seu corpo foi encontrado as margens de uma rodovia. A investigação do caso apontou que a morte pode ter sido motivada por uma briga envolvendo uma herança de R$ 7 milhões. 

De acordo com o delegado Rerisson Macedo, responsável pelo caso, o suspeito de mandar matar o advogado é Robson Barbosa da Costa, de 32 anos, ele era um dos clientes do advogado e era parte em uma ação de inventário. Robson foi preso em Marabá (PA) na última segunda-feira (28). 

Os investigadores afirmam que Robson Barbosa da Costa se revoltou quando o advogado não aceitou participar de um esquema para ocultar bens. A fraude teria beneficiado Robson, que ficaria com uma parte maior do patrimônio sem que os demais herdeiros ficassem sabendo. 

Com a discussão, Danilo Sandes deixou de representar Robson. Seis pessoas disputam a herança e o advogado era responsável por fazer o inventário para toda a família.