Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Tocantins (Concurso TRE TO) começa a receber às 10h desta segunda-feira, dia 4 de setembro de 2017, as inscrições para seu concurso público para o quadro de apoio.

O organizador do edital TRE TO 2017, recebe inscrições até 18 horas do dia 2 de outubro de 2017, observado o horário oficial de Brasília/DF.

O certame oferece 10 vagas em seu concurso público para carreiras de técnico e analista, de nível médio e superior. Esse número, no entanto, poderá transformar-se em até 614 nomeações de aprovados dentro do quadro de classificados no edital TRE TO 2017, na validade do certame, de 2 anos, podendo dobrar, sendo válido até 2021 (veja abaixo o quadro de classificados por área).

Não em sua totalidade, mas, pelo menos, em um centena de candidatos podem e devem ser nomeados. Do número acima, 188 futuros contratos serão para a carreira de   Técnico  Judiciário  – Área: Administrativa, mesmo número para Analista  Judiciário  – Área: Judiciária, 125 para Técnico  Judiciário  –  Área:  Apoio  Especializado  – Especialidade:  Programação  de Sistemas, além de 63 para Analista – Contabilidade.

Classificados no concurso TRE TO

Classificados no concurso TRE TO

Inscrições concurso TRE TO

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), denominado Cespe, é o organizador do edital TRETO 2017,  que recebe inscrições entre às 10 horas do dia 4 de setembro de 2017 e até 18 horas do dia 2 de outubro de 2017, observado o horário oficial de Brasília/DF.

VEJA TAMBÉM
AD COMADESMA prepara culto especial de 1º aniversário

Vagas imediatas do concurso TRE TO

São dez vagas distribuídas nos seguintes cargos: técnico judiciário – área Administrativa (três), técnico judiciário – Tecnologia da Informação (duas), analista judiciário – área Contábil (uma), analista judiciário – área Judiciária (duas) e analista judiciário – área Administrativa (cadastro de reserva).

Quem ingressar no próximo concurso TRE TO terá motivos para comemorar e ainda mais para estudar. É que os novos servidores ingressarão no órgão já com um reajuste salarial. O aumento é escalonado em oito parcelas, sendo a primeira retroativa a 1º de janeiro e a última em 1º de julho de 2019. Com isso o técnico que hoje tem um inicial de R$ 5.365,92 passará a R$ 7.591,37 após o fim das parcelas. Já o analista passará de R$ 8.803,97 a R$ 12.455,30. Para o ano quem vem, quando devem iniciar os concursados, os valores estarão em R$ 6.160,75 para técnicos e R$ 10.108 para analistas.

A última vez que o tribunal oxigenou o quadro de servidores foi em 2010. A seleção, organizada pela Fundação Carlos Chagas (FCC), ofereceu sete vagas para analista, nas áreas Administrativa e Judiciária. Houve também uma oportunidade para técnico, na área Administrativa. O concurso ainda formou cadastro de reserva para ambos os cargos, em várias áreas. A validade encerrou em junho de 2015.

VEJA TAMBÉM
Léo Barbosa apresenta projeto para que farmácias da prefeitura abram aos finais de semana

As disciplinas cobradas nas avaliações para técnico foram Língua Portuguesa, Noções de Informática, Noções de Arquivologia, além de Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Tocantins.

Atribuições de alguns dos cargos concurso TRE TO e requisitos

O cargo de Analista Judiciário – Área Judiciária tem como atribuições executar atividades privativas de bacharel em Direito relacionadas com processamento de feitos e apoio a julgamentos e execução de mandados. O requisito para concorrer ao cargo é de nível superior na área do Direito.

Já o Analista Judiciário – Área Administrativa executa atividades de nível superior, relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, administração de recursos materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, de controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e de suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais. O cargo formação superior em qualquer área de formação.

A função de Técnico Judiciário – Área Administrativa tem responsabilidade de executar atividades de nível médio relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais. A exigência do cargo é de nível médio completo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.